Busca avançada
Ano de início
Entree

Sensor piezoelétrico baseado na tecnologia dos eletretos termo-formados: novo processo industrial

Processo: 06/05528-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2007
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2009
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Elétrica
Pesquisador responsável:Ruy Alberto Corrêa Altafim
Beneficiário:Daniel Rodrigo Falconi
Instituição-sede: Escola de Engenharia de São Carlos (EESC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Eletretos

Resumo

Os transdutores piezelétricos de Teflon FEP® termo-formados, baseados na tecnologia dos eletretos, apresentam-se como elementos que podem competir em preço e funcionalidade com os transdutores cerâmicos e de cristais atuais. Os eletretos de Teflon FEP® são elementos análogos aos magnetos, que retém cargas elétricas por longos períodos, geralmente centenas de anos. No estágio atual tecnológico, no Brasil, o processo de fabricação desses transdutores piezelétricos é manual e artesanal voltado para protótipos laboratoriais. Esses protótipos apresentam altos coeficientes piezelétricos, superiores a 300 pC/N. Esses excelentes resultados permitem aventar a possibilidade de desenvolver protótipos e procedimentos para sua produção em escala industrial e, conseqüentemente, ampliar sua gama de aplicações comerciais. Cita-se dentre essas aplicações a de sensores de presença, teclados finos, balanças dinâmicas e sensores de pressão em ambientes contendo óleos isolantes, similares a tanques de transformadores. Neste contexto, o trabalho proposto visa desenvolver novas técnicas de fabricação de transdutores piezelétricos poliméricos termo-formados em planta industrial.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
FALCONI, Daniel Rodrigo. Sensor piezelétrico baseado na tecnologia dos eletretos termo-formados: aprimoramentos dos processos de produção. 2010. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Escola de Engenharia de São Carlos São Carlos.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.