Busca avançada
Ano de início
Entree

Revisão e análise cladística do gênero Goeldia keyserling, 1891 (Araneae: Titanoecidae)

Processo: 06/05453-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de abril de 2007
Vigência (Término): 31 de outubro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Taxonomia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Antonio Domingos Brescovit
Beneficiário:Lina Maria Almeida Silva
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:99/05446-8 - Biodiversidade de Arachnida e Myriapoda do estado de São Paulo, AP.BTA.TEM
Assunto(s):Arachnida   Araneae   Titanoecidae

Resumo

A família Titanoecidae foi proposta por Lehtinen em 1967 para agrupar os gêneros Anuvinda, Goeldia, Nurscia, Pandava e Titanoeca. A diagnose original da família inclui oito caracteres: abdome de forma ovalada e com duas linhas brancas bem definidas; tricobótrias tarsais ausentes; epígino com um septo mediano; espermateca com ductos em espiral; tíbia do palpo dos machos com um complexo de apófises latero-apicais; êmbolo fino e enrolado distalmente e apófise mediana basal com região apical afilada. Contudo, várias dessas características ocorrem também em algumas espécies de Amaurobiidae e Dictynidae, o que torna duvidoso o status taxonômico do grupo. Recentes descobertas de novos caracteres e proposições de filogenias para as aranhas enteléginas confirmaram o monofiletismo do grupo, que seria aparentado à família Phyxelididae e a outros membros do clado "RTA". Dos gêneros que compõem Titanoecidae, apenas Goeldia ocorre na região Neotropical e apresenta atualmente seis espécies neotropicais e duas neárticas. Goeldia nunca foi revisado e as poucas descrições existentes, carecem de boas ilustrações, não permitindo a identificação de suas espécies. Por outro lado, este gênero é bastante freqüente em inventários que utilizam armadilhas de solo. Sendo assim, o presente projeto visa revisar as espécies de Goeldia, mapear sua distribuição, propor suas possíveis relações filogenéticas e descrever as espécies novas que forem encontradas. Para isso, serão examinados espécimes e exemplares-tipo do gênero depositados em 19 coleções, além das espécies que participarão como grupo externo na análise cladística. Todas as espécies identificadas serão descritas e ilustradas. A análise cladística terá Goeldia como grupo-interno e os outros gêneros de Titanoecidae, além de Phyxelididae, Amaurobiidae e Dictynidae como grupo-externo. Esta análise será baseada caracteres morfológicos e tem como objetivo descrever as relações internas do gênero. (AU)

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ALMEIDA-SILVA, LINA M.; BRESCOVIT, ANTONIO D.; GRISWOLD, CHARLES E. On the poorly known genus Anuvinda Lehtinen, 1967 (Araneae: Titanoecidae). Zootaxa, n. 2266, p. 61-68, OCT 16 2009. Citações Web of Science: 3.
ALMEIDA-SILVA, LINA M.; BRESCOVIT, ANTONIO D.; DIAS, SIDCLAY CALACA. A new species of Goeldia (Araneae: Titanoecidae) with notes on its natural history. Zoologia, v. 26, n. 2, p. 363-368, Jun. 2009. Citações Web of Science: 4.
ALMEIDA-SILVA‚ L.M.; BRESCOVIT‚ A.D.; GRISWOLD‚ C.E. On the poorly known genus Anuvinda Lehtinen‚ 1967 (Araneae: Titanoecidae). Zootaxa, v. 2266, p. 61-68, 2009.
ALMEIDA-SILVA, LINA M.; CAMACHO, AGUSTIN; BRESCOVIT, ANTONIO D.; LUCAS, SYLVIA M.; BRAZIL, TANIA K. Redescription and notes on the natural history of the arboreal tarantula Iridopelma seladonium (Araneae: Theraphosidae: Aviculariinae). Revista Brasileira de Zoologia, v. 25, n. 4, p. 728-736, DEC 2008. Citações Web of Science: 1.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SILVA, Lina Maria Almeida. Análise cladística de Titanoecidae e revisão sistemática dos gêneros Anuvinda e Goeldia (Arachnida: Araneae). 2009. 171 f. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Biociências São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.