Busca avançada
Ano de início
Entree

Ação de monoaminas sobre a atividade do receptor TrkB para neutrofinas na coluna dorsal da medula espinal em modelo experimental de neuropatia periférica

Processo: 06/05471-8
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2007
Vigência (Término): 31 de julho de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia
Pesquisador responsável:Guilherme de Araújo Lucas
Beneficiário:Adriano Cardozo Franciosi
Instituição Sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Neurofisiologia   Fatores de crescimento neural   Noradrenalina
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Monoaminas | Neuropatia Periferica | Neurotrofinas | Noradrenalina | Serotinina | Neurofisiologia

Resumo

A dor neuropática é uma síndrome crônica incurável que ocorre pela lesão do sistema nervoso e caracteriza-se por alodínia, hiperalgesia, dor espontânea, ativação repetida de nociceptores e expansão da área hipersensibilizada. As dificuldades no seu tratamento originam-se, principalmente, na reorganização morfo-funcional de diversos sistemas neurotransmissores que, reduzindo a atividade inibitória e aumentando os eventos excitatórios nos neurônios sensoriais, resultam em um quadro de dor persistente. Estudos, in vitro, indicam que a inibição da transmissão sináptica mediada por monoaminas pode ser fortemente influenciada pela atividade do receptor TrkB para neurotrofinas, sugerindo uma comunicação funcional entre receptores da família tirosino-quinase e receptores que se acoplam à proteína-G. Este projeto visa compreender, em um modelo experimental de dor neuropática, os mecanismos de interação entre a atividade do receptor TrkB e o efeito antinociceptivo mediado por serotonina e noradrenalina. Os objetivos centrais deste projeto incluem: (a) o estado de fosforilação, em neurônios da coluna dorsal da medula espinal das tirosinas 490 (sítio de ligação da proteína Shc), 674/675 (sítio de autofosforilação), 785 (sítio de ligação de PLCgama-1) do receptor TrkB após lesão de nervo periférico.(b) o efeito do uso agudo e crônico de inibidor da recaptação de serotonina/noradrenalina sobre o estado de fosforilação das tirosinas 490, 674/675 e 785 do receptor TrkB após lesão de nervo periférico.Este projeto combinará métodos de biologia celular e molecular com paradigmas farmacológicos e comportamentais a fim de investigar novos mecanismos neurobiológicos que contribuam para o entendimento da fisiopatologia da dor crônica de origem neuropática e possibilitem o desenvolvimento de estratégias terapêuticas mais eficazes no tratamento de condições tão debilitantes.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)