Busca avançada
Ano de início
Entree

Comunicação e governança do risco: exemplos de comunidades expostas à contaminação por chumbo no Brasil e Uruguai

Processo: 06/57720-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2007
Vigência (Término): 31 de outubro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Comunicação - Jornalismo e Editoração
Pesquisador responsável:Bernardino Ribeiro de Figueiredo
Beneficiário:Gabriela Marques Di Giulio
Instituição-sede: Núcleo de Estudos e Pesquisas Ambientais (NEPAM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Saúde pública   Chumbo   Contaminação   Participação social   Divulgação científica

Resumo

Com esta pesquisa, propõe-se um estudo sobre a Comunicação de Risco (CR) e as práticas que asseguram o envolvimento popular na gestão de situações de risco para o ambiente e saúde pública, com enfoque em situações que envolvam exposição humana e ambiental ao chumbo. Partindo-se do pressuposto de que a prática estabelecida da CR e da participação popular na gestão do risco são elementos relevantes para assegurar a prevenção do aumento do risco ou mesmo a evolução de uma situação de perigo para crise e catástrofe, com economia de recursos materiais e de vidas humanas, este estudo visa ser, sobretudo, uma ferramenta para a implantação de normas ou regulamentações de CR, já que, no Brasil, a prática desse processo não está estabelecida. Este estudo busca também responder as questões: como assegurar que o público participe na gestão de situações de risco? Qual é a influência da mídia na mobilização e participação de comunidades neste processo? Ao considerar que a população brasileira participa pouco no processo de tomada de decisão e não tem o hábito de se envolver na discussão pública dos problemas, como desenvolver um modelo de CR que se adapte à realidade brasileira? Quais as regulamentações em vigor que orientam as práticas institucionais de CR em vários países? Para tanto, além da revisão bibliográfica, propõe-se o estudo de casos que envolvam contaminação por chumbo: Bauru (SP), S. Amaro da Purificação (BA), Iporanga (SP), Montevidéu (Uruguai), Indiana (EUA). (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DI GIULIO, GABRIELA MARQUES; FIGUEIREDO, BERNARDINO RIBEIRO; FERREIRA, LUCIA COSTA; MACNAGHTEN, PHIL; MANAY, NELLY; SEBASTIAO ARAUJO DOS ANJOS, JOSE ANGELO. Participative risk communication as an important tool in medical geology studies. JOURNAL OF GEOCHEMICAL EXPLORATION, v. 131, n. SI, p. 37-44, AUG 2013. Citações Web of Science: 2.
GABRIELA MARQUES DI GIULIO; BERNARDINO RIBEIRO FIGUEIREDO; LÚCIA DA COSTA FERREIRA; JOSÉ ÂNGELO SEBASTIÃO ARAÚJO DOS ANJOS. Comunicação e governança do risco: a experiência Brasileira em áreas contaminadas por chumbo. Ambiente & Sociedade, v. 13, n. 2, p. -, Dez. 2010.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
GIULIO, Gabriela Marques Di. Comunicação e governança do risco : exemplos de comunidades expostas à contaminação por chumbo no Brasil e Uruguai. 2010. Tese de Doutorado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Filosofia e Ciências Humanas.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.