Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudos do tempo de incubação de doenças priônicas utilizando o método Monte Carlo Dinâmico

Processo: 06/05866-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2007
Vigência (Término): 31 de julho de 2008
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Marco Antonio Alves da Silva
Beneficiário:Naira Rezende Maciel
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Método de Monte Carlo   Doenças priônicas   Reações bioquímicas

Resumo

Neste projeto será abordada a doença priônica: seu modo de transmissão, patogênese, mecanismos de propagação e agregação. Estudaremos o processo (auto)catalítico de conversão do Príon normal ao patogênico, utilizando modelos simplificados em rede. Construiremos um modelo determinístico descrito por equações diferenciais, seguindo o modelo de Prusiner, modificado por Eigen, com taxas fixas. Neste caso resolveremos os sistemas com Runge-Kutta e o método Monte Carlo Dinâmico para adquirir confiabilidade em nossa simulação. Faremos análise de possíveis mudanças comportamentais da solução com as taxas, e com o tempo. Uma outra classe de modelos, com taxas obedecendo a distribuições estatísticas (log normal) será estudado com o método Monte Carlo Dinâmico. Em particular, utilizando apenas o termo autocatalítico, reproduziremos o resultado de Ferreira et al publicado na Physical Review Letters. Finalmente introduziremos um modelo com interações locais que definem as taxas de transição. Nesses dois últimos casos analisaremos o tempo de incubação da doença. De um modo geral, verificaremos a importância do termo autocatalítico de Michaelis-Maenten nessas reações.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MACIEL, Naira Rezende. Estudos dos tempos de incubação de doenças priônicas utilizando o método Monte Carlo Dinâmico. 2008. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.