Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise de métodos de avaliação ambiental para loteamentos urbanos

Processo: 06/02703-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2007
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2009
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Civil - Construção Civil
Pesquisador responsável:Alex Kenya Abiko
Beneficiário:Iara Negreiros
Instituição-sede: Escola Politécnica (EP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Loteamento   Sustentabilidade urbana   Parcelamento do solo   Uso do solo

Resumo

A exemplo dos diversos métodos desenvolvidos mundialmente para avaliação de sustentabilidade no âmbito do edifício isolado e seus sistemas constituintes, surgem no horizonte novos sistemas de avaliação que consideram: o entorno, a vizinhança, o loteamento como um todo, enfatizando aspectos de desenvolvimento sustentável combinados às práticas dos chamados “edifícios verdes”, tais como o Leadership in Energy and Environmental Design for Neighborhood Developments Rating System (LEED-ND), desenvolvido nos Estados Unidos; o Approche Environnementale de l’Urbanisme (AEU), desenvolvido na França; o Global Reporting Initiative (GRI) Sustainability Report Guidelines; entre outros. Enquanto aumenta a legitimidade do paradigma da sustentabilidade e sua pertinência para lidar com a especificidade do urbano, cresce a necessidade de selecionar critérios, estratégias e indicadores mensuráveis para ancorar a formulação, monitorar a implementação e avaliar os resultados das políticas urbanas em bases sustentáveis, de acordo com as diretrizes propostas pelas Agendas 21 Global e Brasileira. Por outro lado, o crescimento urbano das últimas décadas tem ocorrido de forma dispersa, por processos de deslocamento de atividades tipicamente urbanas para o campo, observado pela disposição das manchas urbanas nas imagens de satélites, que se dispõem como uma série de pólos urbanos separados por vazios rurais. Inserido neste contexto da chamada “urbanização dispersa”, o parcelamento do solo através de loteamentos é uma das tipologias de expansão da área urbana que acarretará em significativas implicações na paisagem e, consequentemente, na atividade de gestão e planejamento urbanos. Portanto, esta pesquisa tem por objetivo geral entender, através de análise crítica qualitativa e comparativa, os diversos métodos de avaliação ambiental para loteamentos urbanos, existentes nacional e internacionalmente, focando as vantagens e desvantagens, aplicabilidade e resultados de cada um dos modelos, fazendo uso da metodologia de estudo de caso em um loteamento residencial, o Projeto Gênesis, em Santana do Parnaíba, município da Grande São Paulo.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
NEGREIROS, Iara. Diretrizes para projetos de loteamentos urbanos considerando os métodos de avaliação ambiental.. 2009. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Escola Politécnica São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.