Busca avançada
Ano de início
Entree

Ação dos compostos doadores de óxido nítrico GSNO e SNAC sobre Leishmania major em culturas de macrófagos e em camundongos infectados

Processo: 07/01776-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2007
Vigência (Término): 31 de julho de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:Ises de Almeida Abrahamsohn
Beneficiário:Inez Silva Fernandes Costa
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Leishmania   S-nitrosotióis   Macrófagos

Resumo

Os protozoários do gênero Leishmania são os agentes etiológicos da leishmaniose cutânea e visceral. O parasito infecta os macrófagos do hospedeiro vertebrado e a infecção é controlada pela geração de radicais de oxigênio e de nitrogênio por estas células. Compostos conhecidos como doadores de (óxido nítrico) NO são tóxicos para promastigotas de Leishmania e foram usados no tratamento local de lesões em pacientes. Recentemente, os compostos S-nitrosoglutationa (GSNO) e S- nitroso-N-acetil-L-cisteína (SNAC) foram testados em culturas de promastigotas de Leishmania amazonensis e causaram a morte dos parasitos. Esses compostos são mais estáveis e estão sendo testados em ensaios clínicos devido ao seu potencial cicatrizante em úlceras isquêmicas. Por outro lado, o tratamento clássico da leishmaniose cutânea com antimoniais injetáveis muitas vezes demora em surtir efeito e tem altos índices de abandono. Assim, novos compostos ou terapias que eliminem o parasito e/ou acelerem a cura das lesões estão sendo investigados. A partir dessas premissas o presente projeto tem como objetivo investigar a ação tóxica ou parasiticida de GSNO e SNAC sobre formas amastigotas intracelulares de Leishmania major em culturas de linhagem de macrófagos humanos. Também serão testados os efeitos de GSNO incorporado a gel em lesões ulceradas causadas por Leishmania em camundongos BALB/c inoculados no dorso: evolução das lesões e o parasitismo local serão avaliados. Em seqüência, os mecanismos de ação dos compostos serão investigados, estendendo-se a investigação a outras espécies de Leishmania.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FERNANDES COSTA, INEZ SILVA; PEREIRA DE SOUZA, GABRIELA FREITAS; DE OLIVEIRA, MARCELO GANZAROLLI; ABRAHAMSOHN, ISES DE ALMEIDA. S-nitrosoglutathione (GSNO) is cytotoxic to intracellular amastigotes and promotes healing of topically treated Leishmania major or Leishmania braziliensis skin lesions. Journal of Antimicrobial Chemotherapy, v. 68, n. 11, p. 2561-2568, NOV 2013. Citações Web of Science: 13.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.