Busca avançada
Ano de início
Entree

Purificação e caracterização da poligalacturonase termoestável produzida pela linhagem fúngica termofílica Rhizomucor SP N31 em fermentação em estado sólido

Processo: 06/01227-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2006
Vigência (Término): 31 de julho de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Eleni Gomes
Beneficiário:Natalia Martin
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Purificação

Resumo

Organismos termofílicos produzem enzimas que, em geral, são mais termoestáveis que aquelas produzidas por mesofílicos. As pectinases produzidas por microrganismos termofílicos apresentam várias características importantes sob o ponto de vista da sua aplicação industrial, como a alta estabilidade ao pH, à temperatura e maior resistência a solventes e outros desnaturantes. O tipo de processo fermentativo também influência a produção e as propriedades destas enzimas, proporcionando nas mesmas características desejáveis em processos biotecnológicos. Em trabalho anterior, o fungo termofílico Rhizomucor sp N31 apresentou um grande potencial de produção de Poligalacturonase (PG) por fermentação em estado sólido de resíduos agro-industriais. Esta enzima apresentou características físico-químicas apropriadas para aplicação industrial como atividade e estabilidade à temperatura elevada, além de estabilidade em ampla faixa de pH. O presente projeto visa a purificação e caracterização da PG produzida pelo Rhizomucor sp N31 em fermentação em estado sólido de resíduos agro-industriais e a caracterização bioquímica da mesma.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MARTIN, Natalia. Purificação e caracterização da poligalacturonase termoestável produzida pela linhagem fúngica Thermomucor indicae-seudaticae N31 em fermentação em estado sólido e submersa. 2010. 104 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Biociências (Campus de Rio Claro). Rio Claro.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.