Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da participação de beta 2-integrina nas atividades fogocitica e microbicida de macrófagos alveolares na histoplasmose

Processo: 07/02624-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2007
Vigência (Término): 31 de julho de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Pesquisador responsável:Lúcia Helena Faccioli
Beneficiário:Elyara Maria Soares
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Histoplasmose

Resumo

O Histoplasma capsulatum é um fungo dimórfico, patogênico e responsável por graves lesões pulmonares, as quais se caracterizam pelo acúmulo de leucócitos ao redor do fungo, resultando na formação de granulomas. A infecção ocorre principalmente pela inalação de conídios ou pequenos fragmentos de micélio que alcançam os alvéolos, onde se transformam em leveduras, que é a forma patogênica do fungo.As beta-2 integrinas contêm uma cadeia beta-2, também conhecida como CD18, comum a várias moléculas de adesão, e uma cadeia alfa variável. Até o momento foram identificadas quatro cadeias alfa distintas: alfa L, a qual forma o dímero alfaL beta2, também conhecido como LFA-1 (do inglês "leukocyte function antigen-1") ou CD11aCD18; alfa m, formando alfam beta2, chamado Mac-1 (do inglês "macrophage differentiation antigen-1") ou CR3 (do inglês "complement receptor 3") ou CD11bCD18; alfa x, formando alfa x beta2, CD11cCD18, gp150, 95 ou CR4 (do inglês "complement receptor 4") e a cadeia alfa d, formando alfad beta2, CD11dCD18. Assim sendo,até o momento, a família das beta-2 integrinas tem quatro membros distintos. Nosso grupo de pesquisa demonstrou que camundongos CD18 low (que apresentam baixa expressão de CD18), quando infectados com o fungo H. capsulatum, apresentam menor sobrevida, maior recuperação de fungos nos pulmões, e diminuição da produção de citocinas como IL-12 e IFN-gama e de leucotrieno B4 (LTB4), o qual tem tido grande importância nos mecanismos de defesa contra este patógeno. Neste projeto, pretendemos avaliar o papel do CD18 nas atividades fagocítica e microbicida de macrófagos alveolares, que são células responsáveis pela esterilidade das vias aéreas e pela síntese de leucotrienos no pulmão. Além disso, iremos estudar a participação do LTB4 nestas respostas, bem como os mecanismos intracelulares envolvidos.