Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo comparativo dò efeito da fragmentação florestal Èm populações de Ficus (Moraceae)

Processo: 07/01542-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2007
Vigência (Término): 30 de junho de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica
Pesquisador responsável:Rodrigo Augusto Santinelo Pereira
Beneficiário:Luís Francisco Mello Coelho
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Fragmentos florestais   Floresta estacional semidecidual

Resumo

A diversidade, densidade e hierarquia de tamanho de populações de figueiras (Ficus spp., Moracea) serão levantadas em fragmentos de três classes de tamanho em três paisagens com diferentes graus de fragmentação (pouco, medianamente e muito fragmentadas), com o intuito de avaliar a intensidade do efeito de área sobre as populações estudadas em cada uma das paisagens amostradas. As áreas estudadas localizam-se no interior do Estado de São Paulo, são elas: o município de Ribeirão Preto, a região do Município de Gália e o Pontal do Paranapanema. O histórico de fragmentação nessas regiões está associado à expansão da cafeicultura e da malha ferroviária no final do século XIX e início do século XX. Serão consideradas espécies terrícolas e hemiepífitas, pertencentes aos subgêneros Pharmacosycea e Urostigma, respectivamente. As espécies hemiepífitas serão avaliadas quanto às estratégias de estabelecimento no dossel florestal. O gênero Fícus foi escolhido para o presente estudo devido sua importância amplamente documentada em florestas tropicais como recurso chave para frugívoros. Por ser um gênero que ocorre naturalmente em baixa densidade, geralmente representado por várias espécies raras e simpátricas, onde o sucesso reprodutivo de cada uma de suas espécies depende de uma interação mutualística espécie-específica com pequenas vespas polinizadoras da família Agaonidae, os efeitos da fragmentação florestal podem acarretar uma considerável redução no tamanho populacional de figueiras em pequenos fragmentos, tornando as espécies desse gênero mais vulneráveis a extinção local devido a eventos estocásticos. Desta forma, o entendimento da ecologia e da sensibilidade das populações de Ficus em ambientes fragmentados é fundamental para o estabelecimento de estratégias de conservação destas e de outras espécies ecologicamente relacionadas.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MELLO COELHO, LUIS FRANCISCO; RIBEIRO, MILTON CEZAR; SANTINELO PEREIRA, RODRIGO AUGUSTO. Water availability determines the richness and density of fig trees within Brazilian semideciduous forest landscapes. ACTA OECOLOGICA-INTERNATIONAL JOURNAL OF ECOLOGY, v. 57, n. SI, p. 109-116, MAY 2014. Citações Web of Science: 7.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.