Busca avançada
Ano de início
Entree

Espécies crípticas em Paracoccidioides brasiliensis: avaliação micológica e molecular de isolados de área hiperendêmica

Processo: 07/01306-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2007
Vigência (Término): 30 de setembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Pesquisador responsável:Eduardo Bagagli
Beneficiário:Raquel Cordeiro Theodoro
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Micologia   Paracoccidioides brasiliensis   Evolução

Resumo

O presente projeto visa estudar aspectos evolutivos do Paracoccidioides brasiliensis, agente etiológico da Paracoccidioidomicose (PCM), micose sistêmica mais importante da América Latina. A fase saprofítica, seu nicho ecológico e outros aspectos fundamentais da biologia deste patógeno são ainda pouco compreendidos. Trabalhos em desenvolvimento pelo nosso grupo, na região hiperendêmica de PCM de Botucatu/SP, em colaboração com diversos outros centros de pesquisa, já demonstraram que a freqüência de infecção pelo P. brasiliensis em tatus Dasypus novemcinctus é alta e que os mesmos ecopatogenótipos infectam animais silvestres e seres humanos. A constatação por métodos moleculares da existência de espécies crípticas simpátricas de P. brasiliensis, tanto em pacientes quanto nos tatus da região endêmica de Botucatu, torna necessário que este assunto seja avaliado de forma mais aprofundada, de forma a se encontrar algum marcador morfológico, fisiológico e/ou molecular de fácil análise capaz de diferenciar as três espécies. Métodos moleculares, como análise de SNPs (Single Nucleotide Polymorphism), sequenciamento da região de ITS (“Internal Transcribed Spacer”) e rDNA 5.8S e do “intein” prp8, juntamente com técnicas micológicas tradicionais serão empregados na caracterização de uma coleção representativa de isolados do patógeno, incluindo uma série de isolados recentes de pacientes ainda em tratamento, cujos aspectos clínicos serão comparados com os perfis filogenéticos dos isolados.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
THEODORO, RAQUEL CORDEIRO; TEIXEIRA, MARCUS DE MELO; SOARES FELIPE, MARIA SUELI; DOS SANTOS PADUAN, KARINA; RIBOLLA, PAULO MARTINS; SAN-BLAS, GIOCONDA; BAGAGLI, EDUARDO. Genus Paracoccidioides: Species Recognition and Biogeographic Aspects. PLoS One, v. 7, n. 5 MAY 30 2012. Citações Web of Science: 67.
THEODORO, RAQUEL CORDEIRO; VOLKMANN, GERRIT; LIU, XIANG-QIN; BAGAGLI, EDUARDO. PRP8 intein in Ajellomycetaceae family pathogens: Sequence analysis, splicing evaluation and homing endonuclease activity. Fungal Genetics and Biology, v. 48, n. 2, p. 80-91, FEB 2011. Citações Web of Science: 6.
THEODORO, RAQUEL C.; BAGAGLI, EDUARDO; OLIVEIRA, CLAUDIO. Phylogenetic analysis of PRP8 intein in Paracoccidioides brasiliensis species. Fungal Genetics and Biology, v. 45, n. 9, p. 1284-1291, SEP 2008. Citações Web of Science: 33.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
THEODORO, Raquel Cordeiro. Gênero Paracoccidioides : especiação e análise do intein PRP8. 2010. 175 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Biociências (Campus de Botucatu). Botucatu.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.