Busca avançada
Ano de início
Entree

Ontogenese do controle instrucional iii: equivalencia de estimulos e generalizacao recombinativa no seguimento de instrucoes com pseudo-frases (verbo-objeto).

Processo: 07/00119-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2007
Vigência (Término): 30 de junho de 2011
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia Experimental
Pesquisador responsável:Deisy das Graças de Souza
Beneficiário:Lidia Maria Marson Postalli
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Análise do comportamento   Crianças   Equivalência de estímulos   Controle do estímulo

Resumo

Uma das questões de interesse no campo da linguagem é como as pessoas entendem e passam a se comportar de acordo com comandos ou instruções verbais. O paradigma de equivalência de estímulos, como modelo do comportamento simbólico, pode contribuir para esclarecer a origem da compreensão de instruções, ao considerar que as palavras em uma instrução podem se tornar membros de classes de equivalência juntamente com elementos das contingências de reforço para o comportamento de seguir a instrução. O objetivo desse projeto será estabelecer pseudo-frases (verbo-objeto) como membros de classes de equivalência com ações, objetos e figuras abstratas e verificar: 1) se quando empregadas com função instrucional, as mesmas palavras passam a controlar a execução das ações em relação aos objetos que fazem parte da mesma classe; 2) se as figuras abstratas adquirem as mesmas funções; e 3) se o ensino de alguns pares ação-objeto favorece o seguimento de pares recombinados. O estudo será conduzido com 12 crianças na faixa etária de três a oito anos. Será empregado um procedimento padrão para ensino de discriminações condicionais entre pseudo-frases ditadas e videoteipe de ações sendo executadas (AB) e entre as mesmas frases e figuras abstratas (AC) e para sondas de formação de classes (BC e CB). O seguimento de instruções será avaliado em sondas sucessivas, antes, durante e após as etapas de ensino e a formação de classes. Se ocorrerem resultados negativos nas sondas de recombinação, novos estudos serão conduzidos para investigar o efeito de duas variáveis: a quantidade de treino (Exp. 2) e a exposição a múltiplos exemplares (Exp. 3). Os dados serão importantes para elucidar questões sobre a compreensão de instruções e sobre a generalização do seguimento para instruções novas.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MARSON POSTALLI, LIDIA MARIA; CANOVAS, DANIELA DE SOUZA; DE SOUZA, DEISY DAS GRACAS. Simple Discrimination and Reversal Learning Sets in Typically Developing Young Children. PSYCHOLOGICAL RECORD, v. 65, n. 3, p. 411-423, SEP 2015. Citações Web of Science: 0.
ANTONIO M. MORENO; ANDRÉ A. B. VARELLA; DANIELA S. CANOVAS; LÍDIA M. M. POSTALLI; DORA FIX VENTURA; DEISY G. DE SOUZA. Assessing restricted stimulus control in typically developing preschool children and bees (Melipona quadrifasciata). Psychology & Neuroscience, v. 7, n. 2, p. -, Jun. 2014.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.