Busca avançada
Ano de início
Entree

Mecanismos de ação da proteína ljm 111 e seus peptídeos sobre o influxo de neutrófilos em inflamação imune experimental e sobre a produção de citocinas e quimiocinas por células mononucleares obtida.

Processo: 06/50443-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2006
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:Fernando de Queiroz Cunha
Beneficiário:Renata Grespan
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:01/07838-2 - Reação inflamatória: mediadores envolvidos na gênese da dor, migração e ativação de leucócitos e septicemia, AP.TEM
Assunto(s):Quimiocinas   Citocinas   Peptídeos   Receptores de quimiocinas   Artrite reumatoide

Resumo

Utilizando-se um modelo experimental de inflamação imune, nosso laboratório demonstrou que o pré-tratamento dos animais com o extrato de glândulas salivares (EGS) de Lutzomyia longipalpis, inibiu o influxo dos peutrófilos, bem como a produção de MIP-1α, TNF-α, e LTB4 em animais imunizados e desafiados com OVA e potencializou a produção de IL-10 e IL-4 nestes animais. Durante o mestrado, demonstramos que plastídios contendo genes que expressam para as proteínas LJM 111, LJS 142 e LJL 34 presentes no EGS foram capazes de inibir o recrutamento de neutrófilos induzido por OVA. Ademais, a proteína LJM 111 inibiu o influxo de neutrófilos induzido por OVA e também por mBSA em animais imunizados pelas respectivas proteínas. Com base nesses dados, o presente projeto tem como objetivo investigar os mecanismos pelos quais a proteína LJM 111 inibe o influxo de neutrófilos induzido por OVA e mBSA em animais imunizados. Além disso, pretende-se avaliar os efeitos do EGS e da proteína LJM 111 sobre a proliferação celular, expressão de citosinas, quimiocinas e seus receptores em células isoladas de pacientes com artrite reumatóide, asma brônquica e lúpus eritematoso sistêmico, doenças inflamatórias crônicas com padrões de resposta imune distintos. Também será investigado se os peptídeos resultantes da clivagem da proteína LJM 111 apresentam atividades inibitórias sobre a migração de leucócitos e sobre a produção de citosinas e quimiocinas nas células isoladas dos pacientes. (AU)