Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de metodologias de RMN de baixa resolução para análise on-line de qualidade de produtos agro-alimentares

Processo: 07/54981-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de setembro de 2007
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Luiz Alberto Colnago
Beneficiário:Fabiana Diuk de Andrade
Instituição-sede: Embrapa Instrumentação Agropecuária. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA). Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Brasil). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Espectroscopia Raman   Plantas cultivadas

Resumo

A espectroscopia de Ressonância Magnética Nuclear (RMN) é uma das mais importantes técnicas analíticas, com aplicações nas mais diversas áreas da química. Uma categoria de espectrômetros de RMN de baixo custo, são os equipamentos de baixa resolução em baixo campo (<2T). Neste tipo de aparelho, o deslocamento químico praticamente não é observado e as medidas são realizadas no domínio do tempo, sem necessidade de Transformada de Fourier. As aplicações são principalmente em análises quantitativas de um dos componentes de uma amostra heterogênea. Recentemente, com o avanço dos métodos computacionais e métodos quimiométricos, os espectros de RMN no domínio do tempo, estão sendo aplicados em análises qualitativas e quantitativas de mais de um produto na mesma amostra. Essas análises são baseadas principalmente nas diferenças de tempo de relaxação transversal de cada componente, medidos com a técnica CPMG. Para que essas técnicas possam ser usadas em nível industrial é necessário que sejam automatizadas. Assim, o objetivo de trabalho é o desenvolvimento de metodologias de RMN de baixa resolução como o CPMG, o desenvolvimento de uma versão da técnica CPMG que usa até ¼ da potência. Essa técnica usa apenas pulsos de 90 graus e a estamos denominando CPMG90. Estaremos estudando também, a técnica de precessão livre em onda contínua (CWFP) que contém informações sobre a relaxação longitudinal e transversal e uma técnica equivalente à desenvolvida por Carr-Purcell, denominada inicialmente CPCWFP, muito relevante quando as amostras têm valor similar de T1 e T2. Os dados coletados com as técnicas acima serão processados com métodos multiexponenciais e quimiométricos para análises quantitativas e qualitativas. Os recursos para a execução desse projeto estão sendo financiados pela FAPESP e FINEP. (AU)