Busca avançada
Ano de início
Entree

Santos, herois ou demonios? sobre as relacoes entre indios, jesuitas e colonizadores na america meridional (sao paulo e paraguai/rio da prata, seculos xvi - xvii)

Processo: 07/55026-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2008
Vigência (Término): 31 de outubro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História do Brasil
Pesquisador responsável:Pedro Luis Puntoni
Beneficiário:Fernanda Sposito
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):São Paulo   Bandeiras   Paraguai   Jesuítas   Indígenas   Colonização

Resumo

Este projeto propõe o estudo da colonização do sul da América portuguesa nos dois primeiros séculos. Busca-se compreender ás relações entre colonizadores e indígenas, identificando os modelos de organização social dos nativos e suas transformações face ao contato com os europeus.. O estudo parte da capitania de São Vicente e mapeia as características da instalação e expansão desta capitania, avançando para o planalto de Piratininga e, a partir daí, para o devassamento do interior do território, até os limites do Império português da América. Com isso, nos remetemos à problematização da ocupação espanhola na região do Paraguai, especialmente em seu avanço ao Guairá. O projeto retoma, portanto, o tema das "bandeiras paulistas", dimensionando-o dentro das relações conflituosas e ambíguas entre portugueses, espanhóis, jesuítas e indígenas nos séculos XVI e XVII na parte sul da América. Como periodização pretende-se utilizar dois marcos da questão indígena que são paradigmáticos. O primeiro refere-se ao ano de 1537, com o pronunciamento do papa Paulo III a respeito dos nativos americanos, anunciando que devem ser convertidos e não escravizados. Como marco final se apresenta o ano de 1696, quando a Coroa portuguesa autoriza a administração particular da mão-de-obra indígena, indicando a vitória dos interesses dos colonizadores em detrimento dos missionários. Estes momentos ilustram diferentes tipos de estratégias coloniais frente à realidade multifacetada dos povos indígenas ao longo de dois séculos. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SPOSITO, Fernanda. Santos, heróis ou demônios? Sobre as relações entre índios, jesuítas e colonizadores na América Meridional (São Paulo e Paraguai/ Rio da Prata, séculos XVI-XVII). 2013. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.