Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise comparativa dos padrões de covariação fenotípica e genética craniana em Calomys expulsus (Rodentia: Muridae)

Processo: 07/56886-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2008
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Quantitativa
Pesquisador responsável:Gabriel Henrique Marroig Zambonato
Beneficiário:Guilherme Rodrigues Gomes Garcia
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Roedores

Resumo

Os padrões de covariação genética, expressos pela matriz de variância-covariância genética aditiva G, desempenham um papel importante na evolução de morfologias complexas, visto que esses padrões determinam a direção e magnitude da resposta à seleção. Conhecimentos acerca da manutenção ou divergência de G ao longo do tempo evolutivo permitem a aplicação de modelos de evolução multivariada e a subseqüente inferência de processos evolutivos responsáveis pela diversificação de fenótipos observada nos organismos atuais. O crânio de mamíferos é de especial interesse nesse contexto, devido ao seu complexo padrão de desenvolvimento e à sua participação em diversas funções. Assim sendo, através da análise da variância-covariância fenotípica em uma genealogia conhecida de Calomys expulsus, esperamos obter os padrões de covariação genética craniana dentro da espécie e, a partir deste resultado, comparar os padrões de covariação obtidos para a espécie com os padrões estabelecidos para outras espécies em diferentes graus de divergência taxonômica, com o intuito de avaliar a constância destes padrões ao longo da evolução dos mamíferos. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
GARCIA, Guilherme Rodrigues Gomes. Análise comparativa dos padrões de covariação genética e fenotípica no crânio e mandíbula de Calomys expulsus (Rodentia: Muroidea). 2011. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Biociências São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.