Busca avançada
Ano de início
Entree

Atipia do epitélio prostático canino: aspectos moleculares e imunofenotípicos

Processo: 06/06523-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2007
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária
Pesquisador responsável:Renee Laufer Amorim
Beneficiário:Marcela Marcondes Pinto Rodrigues
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Imuno-histoquímica   Reação em cadeia da polimerase via transcriptase reversa (RT-PCR)   Próstata   Cães

Resumo

Atualmente, as lesões pré-neoplásicas vêm sendo bastante estudadas devido a alta mortalidade e morbidade do câncer prostático em humanos. As afecções conhecidas são a neoplasia intra-epitelial neoplásica (PIN) e a atrofia prostática inflamatória (PIA). A PIN de alto de grau apresenta correlação com o diagnóstico de carcinomas e a PIA, lesão caracterizada por atipias com presença de infiltrado inflamatório, também está associada ao câncer, porém antecede o PIN no desenvolvimento dos tumores prostáticos. A PIN se caracteriza por glândulas com arquitetura benigna, porém com atipias citológicas. A ausência de um padrão infiltrativo e manutenção da camada de células basais são critérios diagnósticos. Em cães, a camada de células basais do epitélio prostático normal é descontínua, o que dificulta a caracterização do PIN, uma vez que, a desruptura desta camada, consiste em um dos critérios diagnósticos. A associação com a inflamação crônica sugere a PIA como resultado de proliferação regenerativa das células epiteliais em resposta à injúria causada pelos oxidantes inflamatórios resultando em dano ao DNA. Devido a grande incidência de infiltrado inflamatório nas próstatas caninas, associado a atipias epiteliais e a pouca observação de PIN no cão, em resultados preliminares de projetos desenvolvidos por este grupo, sugerimos o estudo das atipias do epitélio prostático associado ou não ao processo inflamatório, a fim de melhor caracterizar seus aspectos imunoistoquímicos e moleculares.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
KOBAYASHI, PRISCILA E.; RODRIGUES, MARCELA M. P.; GARTNER, FATIMA; REMA, ALEXANDRA; FONSECA-ALVES, CARLOS E.; LAUFER-AMORIM, RENEE. Association between decreased expression of estrogen receptor alpha, androgen receptor and phosphatase and tensin homolog immunoexpression in the canine prostate. Pesquisa Veterinária Brasileira, v. 39, n. 1, p. 40-46, JAN 2019. Citações Web of Science: 0.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
RODRIGUES, Marcela Marcondes Pinto. Atipia do epitélio prostático canino : aspectos moleculares e imunofenotípicos. 2010. 82 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia. Botucatu.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.