Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo dos mecanismos moleculares relacionados a expressão gênica diferencial em portadores de persistência hereditária da hemoglobina fetal não delecional tipo brasileira

Processo: 07/55906-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2008
Vigência (Término): 31 de outubro de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Fernando Ferreira Costa
Beneficiário:Fernanda Marconi Roversi
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Hemoglobinopatias   Cultura de células

Resumo

Persistência Hereditária de Hemoglobina Fetal (PHHF) designa um grupo heterogêneo de alterações hereditárias caracterizadas pela persistência da expressão do gene gama globina durante toda a vida adulta, levando à produção de altas quantidades de hemoglobina fetal (HbF), sem outros distúrbios hematológicos associados. Do ponto de vista molecular, essa síndrome pode ser caracterizada por mutações de ponto no promotor da gama globina ou por deleções gênicas no grupamento ß, levando a não supressão do gene gama e, conseqüente, aumento da síntese de HbF durante a vida adulta. A PHHF não direcional é caracterizada pela mutação de pontual na região promotora do gene gama globina, resultando no aumento dos níveis de HbF. Essas mutações, localizadas entre as bases -114 e -202, interferem na ligação específica de elementos trans com as seqüências da região promotora do gene gama, restringindo a ligação de elementos supressores ou facilitando a ligação de ativadores de transcrição. Os mecanismos responsáveis pelo aumento da expressão das cadeias gama e quais proteínas estão envolvidas nesse processo, ainda não estão totalmente elucidados e tem sido amplamente investigados. A mutação-195 (tipo Brasileira) foi identificada, em 1990, por Costa. Análises dessa mutação demonstraram que o aumento da síntese de HbF não é mediada pela proteína Sp1 nem cria um novo sítio CACCC box. A investigação do mecanismo molecular responsável pela persistência da expressão do gene gama globina é importante do ponto de vista acadêmico e para novas opções terapêuticas nas hemoglobinopatias.O objetivo deste trabalho é contribuir para o esclarecimento dos mecanismos moleculares relacionados ao aumento da síntese de HbF em portadores de PHHF não direcional tipo Brasileira, visando identificar genes diferencialmente expressos por meio de metodologias de Bibliotecas Subtrativas, ou "diferencial display", em culturas de células CD34+ de pacientes com PHHF tipo Brasileira. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ROVERSI, FERNANDA MARCONI; DA CUNHA, ANDERSON FERREIRA; BRUGNEROTTO, ANA FLAVIA; CARAZZOLLE, MARCELO FALSARELLA; DE ALBUQUERQUE, DULCINEIA MARTINS; LANARO, CAROLINA; MACHADO-NETO, JOAO AGOSTINHO; OLALLA SAAD, SARA TERESINHA; DA COSTA, FERNANDO FERREIRA. GENE EXPRESSION ANALYSIS OF THE BRAZILIAN TYPE OF HEREDITARY PERSISTENCE OF FETAL HEMOGLOBIN: IDENTIFICATION OF GENES THAT COULD BE RELATED TO gamma-GLOBIN ACTIVATION. HEMOGLOBIN, v. 37, n. 6, p. 516-535, 2013. Citações Web of Science: 3.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ROVERSI, Fernanda Marconi. Estudo dos potenciais mecanismos moleculares relacionados à expressão gênica diferencial em portadores de persistência hereditária de hemoglobina fetal não delecional tipo brasileira. 2011. Tese de Doutorado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Faculdade de Ciências Médicas.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.