Busca avançada
Ano de início
Entree

Expressão do coativador-1alfa do peroxisome proliferator-activated receptor-gama (PGC-1alfa) em fígado e músculos esqueléticos soleus e plantaris de ratos machos Wistar submetidos ao exercício físico ..

Processo: 07/56602-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2008
Vigência (Término): 31 de maio de 2009
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Rosa Ferreira dos Santos
Beneficiário:Renata Matiello
Instituição-sede: Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Exercício físico   Resistência à insulina   Gorduras na dieta

Resumo

O exercício físico e a alimentação influenciam a termogênese adaptativa, que é o processo de dissipação de calor que ocorre na mitocôndria. Fazem parte desse processo a oxidação fosforilativa (OXPHOS) e a beta oxidação, que metabolizam glicose e ácidos graxos livres, respectivamente. A termogênese adaptativa é realizada por enzimas mitocondriais, cuja regulação de- pende dos estímulos ambientais que são enviados via sistema nervoso adrenérgico e AMPc, no caso do exercício físico.e pela via dos nutrientes (seqüência de proteínas intracelulares pouco conhecidas) no caso da alimentação. Esses estímulos alcançam a proteína PGC-1 (peroxisome proliferator activated receptor-coactivator 1) que é co-fator dos receptores nucleares PPAR-gama, que por sua vez estimula os fatores de respiração nuclear (NRF), que fazem a transcrição dos genes que codificam as enzimas da OXPHOS e da beta oxidação. Esses genes são transcritos no núcleo e transportados para a mitocondria. Alguns autores tem reportado que a resposta mitocondrial ao estímulo da PGC-1α e β é tecido específica e que a função mi-tocondrial está relacionada à sensibilidade à insulina. Vários estudos tem avaliado a função da PGC-1 à e p e da mitocôndria em diferentes tecidos isoladamente, o que dificulta a compreensão das respostas e de sua inter-relação com a resistência à insulina. O objetivo do presente estudo é avaliar as funções dos co-fatores PGC-1α e β e das mitocôndrias, em tecidos onde a termogênese é alta, investigando sua associação com a sensibilidade à insulina. Serão estudados, músculo esquelético plantaris, músculo cardíaco, tecido hepático e tecido adiposo branco de ratos machos Wistar, mantidos sedentários ou em roda de atividade, com dieta normal ou rica em gordura. As funções da PGC-1 serão avaliadas pelo Western Blot com anticorpos específicos, as mitocôndrias pela imunofluorescência e a sensibilidade à insulina pelo clamp euglicêmico hiperinsulinêmico. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MATIELLO, RENATA; FUKUI, ROSA T.; SILVA, MARIA E. R.; ROCHA, DALVA M.; WAJCHENBERG, BERNARDO L.; AZHAR, SALMAN; SANTOS, ROSA F. Differential regulation of PGC-1 alpha expression in rat liver and skeletal muscle in response to voluntary running. NUTRITION & METABOLISM, v. 7, APR 30 2010. Citações Web of Science: 13.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.