Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da ventilação proporcional assistida associada a suplementação de oxigênio na tolerância ao exercício dinâmico em pacientes não-hipoxêmicos com DPOC

Processo: 07/56627-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2008
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia do Esforço
Pesquisador responsável:José Alberto Neder Serafini
Beneficiário:Ana Cristina Barroso de Siqueira
Instituição-sede: Departamento de Medicina. Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Tolerância ao exercício   Doença pulmonar obstrutiva crônica   Consumo de oxigênio

Resumo

A limitação ao exercício é o maior sintoma em pacientes com DPOC. A baixa capacidade ventilatória altera a mecânica respiratória aumentando o trabalho ventilatório e quadros de dispnéia com redução da tolerância ao exercício físico. Embora a ventilação proporcional assistida (PAV) tenha se mostrado eficaz em reduzir o trabalho ventilatório e aumentar a endurance no exercício, nenhum estudo prévio parece ter avaliado o efeito da PAV na oxigenação muscular periférica desta população. Objetivo Principal: Analisar os efeitos da PAV associada à suplementação de 02 durante exercício dinâmico em pacientes com DPOC e verificar seu impacto na redução do trabalho ventilatório e perfusão muscular esquelética. Desenho do Estudo: Estudo prospectivo, transversal, controlado e cruzado. Material e Métodos: 20 pacientes com doença moderada a grave (VEF1/CVF < 0,7 e VEF1 entre 30 e 60% do previsto) e estáveis clinicamente. Os participantes realizarão um teste cardiopulmonar incremental em cicloergômetro e, em dias separados, 3 testes de carga constante, até o limite da tolerância (80% da carga máxima), sendo: situação controle (sham), Sham + 02 e PAV + 02. Nestes testes serão determinados: oxigenação e perfusão muscular periféricos pelo NIRS, débito cardíaco por impedância transtorácica; saturação de oxihemoglobina por oximetria de pulso e grau de lactacidemia arterial. Hipótese Principal de Estudo: A associação da PAV com 02 aumentaria a oferta periférica de 02, com conseqüente potencialização do efeito benéfico das duas intervenções, levando à redução da lactacidemia de esforço, aumento da tolerância à atividade e menor desconforto muscular. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SIQUEIRA, Ana Cristina Barroso de. Efeitos da hiperóxia na oxigenação muscular periférica no início do exercício dinâmico de alta intensidade em pacientes não-hipoxêmicos ou levemente hipoxêmicos com Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC). 2009. 100 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo – Vila Clementino. Escola Paulista de Medicina São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.