Busca avançada
Ano de início
Entree

Decifrando os mecanismos moleculares envolvidos na localização de membros da família das FtsHs plastidiais nas membranas dos tilacóides

Processo: 07/57806-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2008
Vigência (Término): 30 de junho de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Vegetal
Pesquisador responsável:Márcio de Castro Silva Filho
Beneficiário:Ricardo Augusto de Oliveira Rodrigues
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Arabidopsis thaliana   Cloroplastos vegetais

Resumo

O transporte de proteínas é um mecanismo essencial para o funcionamento dos seres vivos. Em eucariotos, na maior parte dos casos este processo é específico para cada compartimento subcelular e envolve uma complexa maquinaria de importação, incluindo receptores específicos, chaperonas é seqüências de sinalização distintas. O cloroplasto é uma organela interessante para os estudos de importação de proteínas, pois além de possuir uma limitada capacidade de codificar proteínas, importa do citossol cerca de 90% da totalidade de suas proteínas. Além disso, possui um intrincado sistema de transporte intraorganelar de proteínas. Dentre os diversos mecanismos de transporte de proteínas destinadas à membrana do tilacóide, a via TAT (Twin-Arginine Translocation pathway) de transporte é uma das mais estudadas, principalmente por ser encontrada em bactérias. Dentre os substratos protéicos que utilizam a via TAT, encontram-se as proteínas pertencentes à família das FtsHs. Recentemente foi mostrado que as FtsHs cloro plásticas podem ser agrupadas em três clados distintos e que provavelmente estão associados ao mecanismo de transporte às membranas dos tilacóides (Borgonove et al., em preparação). Estas observações abriram novas possibilidades para a compreensão dos mecanismos de transporte protéico no cloroplasto, notadamente no que se refere à via Tat. Este projeto visa analisar em detalhes o mecanismo de transporte protéico das FtsHs à membrana do tilacóide. Para tal, os objetivos deste projeto são: 1. Caracterizar a via de translocação subcelular das FtsHs 7 e 9, de Arabidopsis thaliana, através de fusões com o gene repórter GFP e expressão estável em A. thaliana e Nicotiana tabacum. Isso será feito através da imunodetecção da GFP em frações dos cloroplastos (estroma e membrana dos tilacóides); 2. Determinar a localização subcelular das FtsHs 7 e 9, através da localização do gene repórter GFP via microscopia óptica confocal; 3. Utilizar a técnica de duplo-híbrido de leveduras para verificar a existência de proteína(s) que interaja(m) com a FtsH5, sugerindo uma variação no mecanismo Tat; 4. Realizar a importação in vitro das FtsHs dos três grupos, a fim de aprofundar o conhecimento dos mecanismos responsáveis pela localização da proteína no interior da organela. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Teses em destaque 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
LOPES, KARINA L.; RODRIGUES, RICARDO A. O.; SILVA, MARCOS C.; BRAGA, WILIANE G. S.; SILVA-FILHO, MARCIO C. The Zinc-Finger Thylakoid-Membrane Protein FIP Is Involved With Abiotic Stress Response in Arabidopsis thaliana. FRONTIERS IN PLANT SCIENCE, v. 9, APR 18 2018. Citações Web of Science: 0.
RODRIGUES, RICARDO A. O.; SILVA-FILHO, MARCIO C.; CLINE, KENNETH. FtsH2 and FtsH5: two homologous subunits use different integration mechanisms leading to the same thylakoid multimeric complex. Plant Journal, v. 65, n. 4, p. 600-609, FEB 2011. Citações Web of Science: 21.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
RODRIGUES, Ricardo Augusto de Oliveira. Estudo do direcionamento das proteases FtsH plastidiais às membranas dos tilacóides. 2011. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Piracicaba.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.