Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise dás trajetórias dè transição dè produtores dè base ecológica dè Ibiúna - SP: identificação e caracterização dè indicadores sociais dè sustentabilidade

Processo: 07/57888-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2008
Vigência (Término): 31 de agosto de 2009
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Extensão Rural
Pesquisador responsável:Lucimar Santiago de Abreu
Beneficiário:Marinês Kerber
Instituição-sede: Centro de Ciências Agrárias (CCA). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Araras , SP, Brasil
Assunto(s):Desenvolvimento rural   Políticas públicas   Sustentabilidade   Agricultura familiar   Indicadores sociais

Resumo

Diante da crescente degradação social que vem ocorrendo em áreas tradicionais da produção familiar, gerada principalmente por fatores econômicos, buscou-se construir um projeto orientado para o fortalecimento do Desenvolvimento Sustentável, onde a esfera do campo social é o eixo básico. O diagnóstico do meio social fará a leitura da realidade em unidades de produção de base ecológica familiar, através das trajetórias de conversão e formas de organização. Identificando os valores sócio-culturais, os projetos familiares, o tipo de assistência técnica, o acesso a financiamentos, os objetivos da produção (subsistência e/ou inserção em diferentes mercados), com o intuito de verificar os efeitos sobre a infra-estrutura (moradia, aquisição de equipamentos e tecnologias), bem como sobre a renda das famílias, o nível de escolaridade e treinamento. Ou seja, buscar-se-á com este estudo qualificar o conteúdo dessas trajetórias visando verificar em que medida os indicadores sociais identificados avaliam verdadeiramente a sustentabilidade. Através da construção participativa de indicadores sociais, iremos reconhecer os pontos frágeis e isso se dará a partir do método sociológico de entrevistas orais de natureza compreensiva, que capta e incluí as visões dos atores sobre o assunto. A análise das visões dos atores será essencial para a compreensão da dinâmica da produção, para a caracterização dos potenciais e desafios dos processos de conversão, bem como para identificar o grau de sustentabilidade, subsidiando a formulação de políticas públicas, invertendo a lógica de degradação social e ambiental. (AU)