Busca avançada
Ano de início
Entree

Vacina nasal de vetor bacteriano vivo recombinante contra erisipela suína: expressão e secreção extracelular de antígenos de Erysipelothrix rhusiopathiae em Salmonella Typhimurium atenuada..

Processo: 07/04743-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2007
Vigência (Término): 31 de outubro de 2011
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química - Processos Industriais de Engenharia Química
Pesquisador responsável:Roberto de Campos Giordano
Beneficiário:Adilson José da Silva
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Processos bioquímicos   Salmonella typhimurium

Resumo

Este projeto enfoca o desenvolvimento de vacina animal contra erisipela suína a partir de uma nova concepção. As seqüências nucleotídicas que codificam para os antígenos SpaA e/ou RspA de Erysipelothrix rhusiopathiae serão clonadas em Salmonella typhimurium atenuada, fusionados ao sistema de secreção de alfa-hemolisina de E. coli. Esta estratégia permite utilizar o microorganismo recombinante atenuado em vacinas ministradas via nasal, com uma série de vantagens sobre as vacinas convencionais (que utilizam E. rhusiopathiae atenuada ou inativada) e sobre as vacinas com subunidades antigênicas.Uma vez disponível a Salmonella recombinante, será estudada em profundidade a otimização do cultivo de S. typhimurium recombinante em biorreator de bancada automatizado, visando à futura possível implantação industrial do processo. Levantamento da cinética de crescimento para definição de perfis ótimos de vazão de meio suplementar é ponto crucial no desenvolvimento desse processo biotecnológico, e que será também enfocado durante o doutorado.O interesse econômico por uma vacina deste tipo no Brasil é evidente, se tivermos em conta a participação nacional no mercado mundial de carne suína. Atesta isso o interesse da empresa Vallèe S.A., que financiou projeto de desenvolvimento da vacina com o microorganismo inativado, tema de mestrado do proponente. Este trabalho, de cunho fortemente interdisciplinar, será co-orientado pelos Profs. Roberto de Campos Giordano (Engenharia Química da UFSCar) e Maria Teresa Marques Novo (Genética e Evolução da UFSCar), junto ao Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia desta Universidade. Contar-se-á, ainda, com a intensa colaboração da Profa. Teresa Cristina Zangirolami, do DEQ/UFSCar, especialista em engenharia das fermentações. A abrangência da proposta sem dúvida reflete esse próprio caráter interdisciplinar, mas sua execução será viabilizada em laboratórios já consolidados e com grupos de pesquisa atuantes nas respectivas áreas. Além disso, a mesma estratégia poderá ser estendida, futuramente, a diferentes sistemas, contribuindo para o desenvolvimento do setor de biotecnologia industrial de vacinas no Brasil.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DA SILVA, ADILSON JOSE; LUPERNI HORTA, ANTONIO CARLOS; VELEZ, ANA MARIA; IEMMA, MONICA ROSAS C.; SARGO, CINTIA REGINA; GIORDANO, RAQUEL L. C.; NOVO, MARIA TERESA M.; GIORDANO, ROBERTO C.; ZANGIROLAMI, TERESA CRISTINA. Non-conventional induction strategies for production of subunit swine erysipelas vaccine antigen in rE. coli fed-batch cultures. SPRINGERPLUS, v. 2, 2013. Citações Web of Science: 9.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.