Busca avançada
Ano de início
Entree

Politicas e estrategias de intervencao para a reabilitacao de centros urbanos em cidades na america latina: estudo de casos: sao paulo, santiago do chile e buenos aires.

Processo: 07/58065-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2008
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Planejamento Urbano e Regional - Fundamentos do Planejamento Urbano e Regional
Pesquisador responsável:Maria Cristina da Silva Leme
Beneficiário:Mariana Pavlick Pereira
Instituição-sede: Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Planejamento territorial urbano   Áreas centrais

Resumo

Na América Latina, as áreas centrais das grandes cidades vêm sofrendo alterações na sua estrutura econômica e espacial, em um processo de transformação ao longo dos últimos quarenta anos. Resultados dessas transformações são observados na deterioração física, o abandono da área por parte da população residente e das atividades tradicionais dos centros urbanos. Por outro lado, são objetos de intervenção, buscando a requalificação destes espaços. O objetivo deste trabalho é investigar como as áreas centrais destas cidades vêm sendo tratadas pelo poder público e quais são as políticas praticadas pelo mesmo diante das recentes transformações e processos urbanos. Desta forma, a intenção é a de contribuir para a construção de um quadro que discuta o cenário latino-americano de políticas urbanas para a recuperação de centros urbanos. Serão estudadas as políticas e estratégias de intervenção para a requalificação dos centros de São Paulo, Santiago do Chile e Buenos Aires. Serão estudadas as políticas de intervenções a partir dos anos 1990 até 2005. O método utilizado será, inicialmente, de comparação entre as três cidades, e, em seguida, serão escolhidos dois casos relevantes de intervenção em duas destas cidades que serão detalhadamente estudados e analisados comparativamente. Este trabalho pretende responder algumas questões como: existem semelhanças entre os processos econômicos e sociais e o impacto destas transformações nas áreas centrais dessas cidades? Até onde as semelhanças encontradas se viriam refletidas nas políticas urbanas. As políticas urbanas são respostas a estes processos? Em que grau estas políticas urbanas se assemelham nos casos em estudo. Seria possível a percepção de um padrão? (AU)