Busca avançada
Ano de início
Entree

Violencia institucional em maternidades publicas: hostilidade ao inves de acolhimento como uma questao de genero.

Processo: 07/58599-4
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2008
Vigência (Término): 31 de julho de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Medicina Preventiva
Pesquisador responsável:Ana Flávia Pires Lucas D'Oliveira
Beneficiário:Janaina Marques de Aguiar
Instituição Sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Poder familiar   Violência de gênero
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Maternidade | Servico Publico De Saude | Violencia De Genero | Violencia Institucional

Resumo

A violência em instituições de saúde que prestam assistência a gestantes, parturientes e puérperas já é tema de estudo em diversos países. Estas pesquisas demonstram que para além das dificuldades estruturais que enfrentam principalmente os serviços públicos, encontra-se subjacente aos maus-tratos vividos pelas mulheres aspectos sócio-culturais relacionados a estereótipos de gênero e uma prática discriminatória quanto à classe social e raça/etnia. A hipótese deste trabalho é a de que a violência institucional em maternidades cometida por profissionais de saúde, entendida como uma objetificação da mulher, destituindo-a da identidade de sujeito do seu próprio corpo e uma transformação de sua diferença em uma desigualdade que desvaloriza e viola seus direitos sexuais e reprodutivos é, fundamentalmente, uma violência de gênero. E esta violência é exercida desde a negligência na assistência, discriminação social, violência verbal com tratamento grosseiro, ameaças, reprimendas, gritos, humilhação intencional e violência física, incluindo não utilização de medicação analgésica quando tecnicamente indicada, até o abuso sexual propriamente dito. Com uma pesquisa de corte qualitativo pretendemos realizar cerca de 30 entrevistas semi-estruturadas e 6 grupos focais com puérperas atendidas em maternidades públicas e profissionais de saúde da região oeste da cidade de São Paulo. Será realizada uma análise de conteúdo do material buscando-se relatos de violência institucional nos depoimentos e os valores e opiniões associados. Esperamos, desta forma, contribuir para uma visão crítica do tema e para o diálogo sobre as dificuldades de implantação do Programa de Humanização no Pré-Natal e Nascimento (PHPN), do Ministério da Saúde. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
AGUIAR, Janaina Marques de. Violência institucional em maternidades públicas: hostilidade ao invés de acolhimento como uma questão de gênero. 2010. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina (FM/SBD) São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.