Busca avançada
Ano de início
Entree

Associacao do quimioterapico daunorrubicina a uma nanoemulsao rica em colesterol: estudos de regressao tumoral e farmacocinetica.

Processo: 07/58609-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2008
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Raul Cavalcante Maranhao
Beneficiário:Thais Costa Contente
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil

Resumo

Em estudos anteriores, visando reproduzir o metabolismo da lipoproteína de baixa densidade (LDL), foi desenvolvida em nosso laboratório uma nanoemulsão rica em colesterol, a qual é reconhecida pelos receptores da LDL após sua injeção na corrente sangüínea. Esta nanoemulsão lipídica concentra-se em células com superexpressão de receptores de LDL, como é observado nas neoplasias e outros processos proliferativos. Assim, visamos à utilização da nanoemulsão como transportador de fármacos, possibilitando um tratamento mais seletivo, específico e direcionado às células neoplásicas. A daunorubicina (DNR), antibiótico do grupo das antraciclinas, é fármaco de primeira linha no tratamento da leucemia mielóide aguda (LMA), e tem como ação citotóxica principal a inibição da enzima topoisomerase II. Em trabalho realizado pelo grupo demonstrou-se que derivado mais lipofílico da DNR, a N-oleil-daunorubicina quando associado à nanoemulsão lipídica apresenta-se de forma bastante estável e menos tóxica às células e tecidos. Visto que a nanoemulsão concentra-se com grande especificidade nas células da LMA, a associação do fármaco modificado à nanoemulsão torna-se uma ferramenta importante para o tratamento da doença, sendo possível o aumento de dose sem produzir graves efeitos colaterais observados com o uso da DNR na sua forma comercial. Este trabalho tem como objetivo verificar a farmacocinética, a eficácia antitumoral e a probabilidade de sobrevida obtida com a preparação nanoemulsão-N-oleil-DNR em camundongos com implantes tumorais de células de leucemia linfóide (L121Q) e melanoma (B16F10) comparado à DNR em sua formulação comercial. Esses ensaios pré-clínicos são fundamentais para a avaliação do composto nanoemulsão-N-oleil-daunorubicina e realização de futuros ensaios clínicos, dada a importância do tempo de exposição das células neoplásicas ao agente quimioterápico para o alcance da atividade antitumoral máxima e na redução da velocidade de crescimento do tumor. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
CONTENTE, Thais Costa. Associação do quimioterápico daunorrubicina a uma nanoemulsão rica em colesterol: estudos de regressão tumoral e farmacocinética. 2011. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.