Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos do resveratrol, polifenol da uva, sobre metabolismo basal e hepatico, estresse oxidativo e perfil lipidico em ratos submetidos a dieta rica em sacarose e sua associacao ao consumo de etanol.

Processo: 07/59086-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2008
Vigência (Término): 31 de março de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Toxicologia
Pesquisador responsável:Ethel Lourenzi Barbosa Novelli
Beneficiário:Katiucha Karolina Honório Ribeiro Rocha
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Resveratrol   Dislipidemias   Estresse oxidativo   Antioxidantes   Etanol   Sacarose

Resumo

Nos últimos anos, tem crescido o consumo de dietas ricas em carboidratos refinados, bem como consumo de etanol, principalmente aos finais de semana. Embora o impacto da elevada ingestão de sacarose e consumo semanal de etanol sobre o estresse oxidativo sérico e hepático ainda não tenha sido estabelecidos, evidências sugerem que o estresse oxidativo pode apresentar importante papel nestas condições. Deste modo, o estudo de agentes antioxidantes capazes de prevenir e reverter danos associados à ingestão de sacarose e consumo de etanol é de grande interesse. O resveratrol é um polifenol natural encontrado na uva sendo freqüentemente consumido como complemento antioxidante na prevenção de doenças cardiovasculares, sua real atividade antioxidante e seus efeitos sobre o estresse oxidativo sérico e hepático ainda não foram estabelecidos. O projeto tem como objetivos evidenciar os efeitos da associação entre consumo de etanol e elevada ingestão de sacarose sobre marcadores de estresse oxidativo sérico e hepáticos, perfil lipídico e metabolismo energético no tecido hepático, taxa metabólica basal e quociente respiratório e determinar os efeitos do resveratrol sobre perfil lipídico e metabolismo energético no tecido hepático, taxa metabólica basal e quociente respiratório estresse oxidativo sérico e hepático em ratos submetidos ao consumo de etanol e com ingestão de dieta rica em sacarose. Para atingir estes objetivos, serão utilizados 30 ratos, divididos em 5 grupos experimentais: C, considerado controle, E - (água destilada 4 dias+etanol 3 dias), que receberá água destilada durante 4 dias semanais e etanol 30% durante 3 dias semanais; ER - (água destilada 4 dias+etanol com resveratrol 3 dias), que receberá água destilada durante 4 dias semanais e etanol 30% contendo resveratrol (6mg/L) 3 dias semanais; ES - (sacarose 4 dias+ etanol 3 dias), que receberá solução aquosa de sacarose 30% durante 4 dias semanais e a mistura sacarose 30%, etanol 30% durante 3 dias semanais; ERS - (sacarose 4 dias+etanol com sacarose e resveratrol 3 dias), que receberá sacarose 30% durante 4 dias semanais e a mistura sacarose 30%, etanol 30% e resveratrol (6mg/L) durante 3 dias semanais. Os resultados do presente projeto permitirão esclarecer a ação do resveratrol sobre o metabolismo basal e hepático, lipídios séricos, estresse oxidativo sérico e hepático, em condições normais, de ingestão de dieta rica em sacarose e no consumo de etanol, possibilitando sua utilização efetiva e controlada como terapia metabólica no estresse oxidativo hepático e na prevenção de dislipidemias. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ROCHA, Katiucha Karolina Honório Ribeiro. Efeitos do resveratrol, polifenol da uva, sobre metabolismo basal e hepático, estresse oxidativo e perfil lipídico em ratos submetidos a dieta rica em sacarose e sua associação ao consumo de etanol. 2010. 79 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Biociências (Campus de Botucatu). Botucatu.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.