Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização dos efeitos da exposição à fumaça lateral de cigarro sobre o controle neural do sistema cardiovascular em ratos normotensos e ratos espontaneamente hipertensos

Processo: 07/59127-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de abril de 2008
Vigência (Término): 31 de julho de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Celso Ferreira
Beneficiário:Vitor Engrácia Valenti
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Doenças cardiovasculares   Hipertensão   Barorreflexo   Tabaco

Resumo

O sistema cardiovascular é modulado por centros localizados no bulbo. Os núcleos do tracto solitário (NTS), que consistem nos sítios primários das terminações das aferências cardiovasculares no sistema nervoso central e a região rostroventrolateral do bulbo (RVL) fazem parte do clássico circuito do barorreflexo. Estudos recentes mostraram que a presença da enzima óxido nítrico sintase (NOS), a qual catalisa a formação de Óxido Nítrico (NO) é importante em diferentes áreas do sistema nervoso central envolvidos no controle do sistema cardiovascular, como o NTS e o RVL. Sabe-se que a atividade dos centros moduladores do sistema cardiovascular está alterada em ratos espontaneamente hipertensos (SHR-Spontaneouslly Hypertensive Rats), um modelo que apresenta similaridades com a hipertensão essencial de humanos. Já foi evidenciado a relação existente entre poluição e elevação da morbi-mortalidade cardiovascular, dado que finas partículas atingem o território alvéolo-capilar e entram na - corrente sangüínea em menos de 1 minuto. O cigarro é considerado um agente poluente, pois sua fumaça é constituída por dois componentes: fumaça central, aquela que entra em contato com os pulmões do fumante ativo e é solta no ar e a fumaça lateral, oriunda da queima espontânea do cigarro e que faz parte de aproximadamente 85% da fumaça total liberada pelo cigarro. Respostas agudas simpáticas e hemodinâmicas ao cigarro já foram demonstradas anterior entre frente à exposição à associação da fumaça central e lateral em humanos, sugerindo que a função barorreflexa em fumantes ativos se encontra comprometida. Entretanto, ainda não foram confirmados os efeitos da exposição à fumaça lateral de cigarro sobre o controle barorreflexo e se a produção de" NO nas áreas envolvidas no controle cardiovascular estariam alteradas, bem como não está esclarecido se existe a possibilidade de estes componentes centrais em SHR serem mais susceptíveis aos poluentes presentes na fumaça lateral do cigarro. Assim, nossos objetivos são avaliar a atividade do NTS e do RVL em ratos normotensos e SHR submetidos à exposição crônica da fumaça lateral de cigarro. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
VALENTI, VITOR E.; DE ABREU, LUIZ CARLOS; SATO, MONICA A.; FERREIRA, CELSO; ADAMI, FERNANDO; FONSECA, FERNANDO L. A.; XAVIER, VALDELIAS; GODOY, MOACIR; MONTEIRO, CARLOS B.; VANDERLEI, LUIZ CARLOS M.; SALDIVA, PAULO H. N. Sidestream cigarette smoke effects on cardiovascular responses in conscious rats: involvement of oxidative stress in the fourth cerebral ventricle. BMC CARDIOVASCULAR DISORDERS, v. 12, MAR 30 2012. Citações Web of Science: 9.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.