Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização das manifestações neuropsicolingüísticas em crianças com epilepsia Rolândica

Processo: 07/59342-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2008
Vigência (Término): 31 de março de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Marilisa Mantovani Guerreiro
Beneficiário:Ecila Paula dos Mesquita de Oliveira
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Crianças   Epilepsia   Dislexia   Linguagem

Resumo

A epilepsia benigna da infância com pontas centrotemporais (rolândica) é a forma mais freqüente de epilepsia na infância e é classificada como sendo idiopática, idade-dependente e de evolução benigna. Apesar do prognóstico da crise ser excelente, evidências indicam que a epilepsia rolândica não é uma condição tão benigna. Estudos dos 10 últimos anos relataram uma ampla variedade de déficits cognitivos específicos. Quando os critérios de benignidade não são preenchidos, a epilepsia pode ser sintomática, e costuma produzir maiores déficits intelectuais. Vários autores assinalam que as crianças com epilepsia benigna rolândica não são diferentes das crianças normais em relação à inteligência, desempenho escolar, comportamento e desenvolvimento. Por "outro lado, outras pesquisas têm mostrado alterações em testes neuropsicológicos específicos. Diante dessas evidências, esse estudo pretende investigar a existência dessas alterações, caracterizar as manifestações neuropsicolinguísticas das crianças com epilepsia rolândica e compará-las ao grupo controle (formado por indivíduos normais com sexo, idade e nível sócio-educacional semelhantes e sem antecedentes sugestivos de patologias com envolvimento do SNC, alteração ao exame neurológico ou ao eletrencefalograma). Para isso, crianças selecionadas nos Ambulatórios de Epilepsia Infantil e Neuropsicolinguística na Infância do HC da UNICAMP, com diagnóstico clínico e eletrencefalográfico de epilepsia rolândica serão submetidas à avaliação neuropsicológica e fonoaudiológica. Os dados coletados dos dois grupos serão analisados e comparados, e depois passarão por uma análise estatística que melhor se adapte a essa pesquisa. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
OLIVEIRA, ECILA P.; NERI, MARINA L.; CAPELATTO, LIVIA L.; GUIMARAES, CATARINA A.; GUERREIRO, MARILISA M. Rolandic epilepsy and dyslexia. Arquivos de Neuro-Psiquiatria, v. 72, n. 11, p. 826-831, NOV 2014. Citações Web of Science: 3.
YASUDA, CLARISSA L.; GUIMARAES, CATARINA A.; GUERREIRO, MARILISA M.; BOSCARIOL, MIRELA; OLIVEIRA, ECILA P. M.; TEIXEIRA, KARINE C.; COSTA, ANDRE L. F.; BELTRAMINI, GUILHERME C.; CENDES, FERNANDO. Voxel-based morphometry and intellectual assessment in patients with congenital bilateral perisylvian syndrome. JOURNAL OF NEUROLOGY, v. 261, n. 7, p. 1374-1380, JUL 2014. Citações Web of Science: 2.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ECILA PAULA DOS MESQUITA DE OLIVEIRA. Caracterização das manifestações neuropsicolingísticas em crianças com epilepsia rolândica. 2011. Tese de Doutorado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Faculdade de Ciências Médicas.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.