Busca avançada
Ano de início
Entree

Analise imunohistologica da endostatina, mmp-2 e mmp-9 em rim de camundongos submetidos a isquemia e reperfusao.

Processo: 08/52652-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2008
Vigência (Término): 31 de julho de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Maria Helena Bellini Marumo
Beneficiário:Milena Cristina Cichy
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Isquemia   Lesão renal aguda

Resumo

A insuficiência renal aguda (IRA) é uma síndrome, resultante da queda abrupta na filtração glomerular. A isquemia é a principal causa da IRA. O processo de reperfusão tecidual, fundamental para recuperação renal, é também, uma agressão adicional principalmente pelo aumento na produção de radicais livres. Alterações vasculares ocorrem desde a fase de iniciação da IRA e estendem-se para o processo de reperfusão, apesar disto, o seu papel na fisiopatologia ainda é muito desconhecido. Na injuria isquêmica, temos ativação endotelial que leva ao aumento de moléculas de adesão leucocitária. A interação entre endotélio-leucócitos contribui para o desencadeamento da resposta inflamatória. O colágeno XVIII, presente na membrana basal (MB) endotelial e epitelial renal, é uma molécula de ligação tanto para L-selectina como para MCP-1; é proteoglicano não fibrilar, do subgrupo das multiplexinas. A região NC1 deste colágeno pode sofrer clivagem e liberar endostatina (ES) e suas isoformas. A ES (22 kDa), apresenta ação anti angiogênica e tornou-se foco de interesse médico como terapia alternativa para tumores sólidos. Em um trabalho recente, nosso grupo observou a presença de uma isoforma de ES com aproximadamente 30kDa nos rins de camundongos submetidos à isquemia e reperfusão (I/R). Esta isoforma parece participar do processo de remodelação endotelial dos rins injuriados. Neste projeto, pretendemos caracterizar imunohistologicamente o colágeno XVIII/ES presente nas MBs dos rins submetidos à I/R. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CICHY, M. C.; ROCHA, F. G. G.; TRISTAO, V. R.; PESSOA, E. A.; CENEDEZE, M. A.; NUERMBERG JUNIOR, R.; SCHOR, N.; BELLINI, M. H. Collagen XVIII/endostatin expression in experimental endotoxemic acute renal failure. Brazilian Journal of Medical and Biological Research, v. 42, n. 12, p. 1150-1155, DEC 2009. Citações Web of Science: 6.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.