Busca avançada
Ano de início
Entree

Mapeamento de peptídeos da proteína de choque térmico Hsp60 potencialmente imunorreguladores no modelo murino

Processo: 07/52434-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2008
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:Verônica Porto Carreiro de Vasconcellos Coelho
Beneficiário:Anna Paula Sheppard Guembes
Instituição-sede: Instituto do Coração Professor Euryclides de Jesus Zerbini (INCOR). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Transplantes

Resumo

As proteínas de choque térmico (HSPs) são proteínas presentes em todos os seres vivos e altamente conservadas, possuindo importantes funções na homeostase celular. Dados na literatura mostraram que a Hsp60 é capaz de induzir uma resposta imune tanto pró-inflamatória quanto anti-inflamatória. Em estudos recentes, em nosso laboratório, foi observado o aumento da sobrevida do enxerto de pele e do cardíaco vascularizado em animais tratados com um peptídeo da Hsp60 pela via intranasal. Nosso grupo também identificou peptídeos da Hsp60 potencialmente imunorreguladores, com indução de alta freqüência de células produtoras de IL-10 no sistema humano (Projeto Fapesp 02/06495-7). No presente projeto, pretendemos mapear peptídeos da Hsp60 capazes de induzir a expressão de moléculas imunorreguladoras, em esplenocitos, no modelo murino. Os peptídeos selecionados serão utilizados em protocolos para a indução de tolerância no aloenxerto de pele murino, seja através da inoculação intranasal, seja pela transferência passiva de linfócitos T estimulados com os peptídeos selecionados. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.