Busca avançada
Ano de início
Entree

A longa duracao e as estruturas temporais em Fernand Braudel: de sua tese O Mediterraneo e o Mediterranico na epoca de Felipe II ate o artigo Historia e Ciencias Sociais: a longa duracao (1949-1958).

Processo: 06/58141-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2007
Vigência (Término): 31 de agosto de 2009
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - Teoria e Filosofia da História
Pesquisador responsável:Hélio Rebello Cardoso Júnior
Beneficiário:Rodrigo Bianchini Cracco
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL-ASSIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Assis. Assis , SP, Brasil
Assunto(s):Historiografia

Resumo

Fernand Braudel defende a pesquisa histórica que prioriza a longa duração. Os próprios fundadores da revista dos Annales já pensavam a história a partir de longos períodos, contrapondo-se à história política dos séculos XVIII e XIX, ainda que Fernand Braudel afirme que a história política não é exclusivamente factual, nem condenada a sê-lo. Para entendermos como Fernand Braudel chega a esta posição, é necessário refletir sobre as influências que o levaram a tal, dentre as quais e, principalmente, a tradição dos Annales. Portanto, buscaremos analisar as considerações sobre o tempo histórico em Lucien Febvre e Marc Bloch e como estas considerações incidem na nova grade do tempo proposta por Fernand Braudel. Assim, o estudo das perspectivas metodológicas do grupo dos Annales, Aonde se situa nosso projeto, configura como pré-requisito para a compreensão dos métodos da historiografia contemporânea, em especial os ligados à Nova História. Devido à sistematização da nova proposta de pesquisa histórica realizada por Fernand Braudel no artigo de 1958 e, principalmente, ao seu mérito de articular o meio, cultura e sociedade em trabalhos balizados pela "dialética das durações", somos levados a tomar a sua obra como base. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
CRACCO, Rodrigo Bianchini. A longa duração e as estruturas temporais em Fernand Braudel : de sua tese O Mediterrâneo e o Mundo Mediterrânico na Época de Felipe II até o artigo História e Ciências Sociais : a longa duração (1949-1958). 2009. 115 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Filosofia, Ciencias e Letras (Campus de Assis). Assis.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.