Busca avançada
Ano de início
Entree

Expressão de fragmentos variáveis de cadeia simples anti-LDL eletro negativa (scFv) em Pichia pastoris e seu efeito sobre a formação de células espumosas

Processo: 08/50487-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2008
Vigência (Término): 30 de abril de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Dulcineia Saes Parra Abdalla
Beneficiário:Soraya Megumi Kazuma
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Colesterol   Vacinas   Anticorpos   Aterosclerose

Resumo

As doenças atero-coronarianas (DACs) constituem uma das principais causas de morbidade e mortalidade mundial. A aterosclerose é uma doença imunoinflamatória da parede arterial caracterizada pelo acúmulo de colesterol em macrófagos, proliferação de células musculares lisas e fibrose. Alguns estudos mostram o envolvimento de autoantígenos na doença, sendo a LDL oxidada (oxydated Low Density Liprotein - LDLox) o principal autoantígeno identificado na aterosclerose. Nos últimos anos, uma pequena sub-fração eletronegativa da LDL [LDL(-)] tem sido isolada do plasma humano em concentrações suficientes para ter um significante papel na patogênese da aterosclerose. Demonstrou-se que a LDL(-) possui atividades proinflamatórias mediadas pelo aumento da liberação de citocinas e quimiocinas e também participa da aderência de leucócitos às células endoteliais. Uma vez que a aterosclerose é considerada um processo imune-inflamatório crônico, sua prevenção e tratamento devem ser enfocados não somente no controle de fatores de risco tradicionais, mas na imunomodulação do processo. Vários pesquisadores têm direcionado seus trabalhos no desenvolvimento de vacinas contra a aterosclerose. O scFv é a menor unidade funcional do anticorpo. Sua capacidade de conservar afinidade de ligação ao antígeno é similar ao fragmento monovalente Fab. Estudos com imunização passiva utilizando anticorpos monoclonais (Mabs) ou fragmentos de anticorpos, ou seja, peptideos específicos para LDLox ou LDL(-), reportaram que o tratamento inibiu o desenvolvimento ou retardou a progressão da aterosclerose. Diante do papel da LDL(-) no desenvolvimento da aterosclerose, este projeto objetiva avaliar o efeito do tratamento por fragmentos scFv anti-LDL(-), previamente sintetizados, na imunização passiva de camundongos knockout para receptor de LDL(-/-), no desenvolvimento da doença. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Nanocápsulas removem da circulação as partículas mais nocivas do colesterol 
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.