Busca avançada
Ano de início
Entree

Saude mental na atencao basica sob a perspectiva de seus trabalhadores e dos usuarios dos servicos: um estudo hermeneutico-narrativo sobre os processos de acolhimento, vinculo e responsabilizacao.

Processo: 08/51044-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2008
Vigência (Término): 31 de outubro de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Pesquisador responsável:Rosana Teresa Onocko Campos
Beneficiário:Ana Luiza Ferrer
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Acolhimento   Saúde mental   Programa Saúde da Família   Atenção primária à saúde

Resumo

Esta pesquisa tem como proposta investigar ações da Saúde Mental na Atenção Básica à Saúde sob a perspectiva dos trabalhadores e usuários das UBS, no que se refere aos processos de Acolhimento, Vínculo e Responsabilização. Trata-se de um projeto com uma proposta de pesquisa qualitativa, com objetivo de estudar como as equipes da Atenção Básica se organizam em relação aos critérios para definição do que são demandas em saúde mental; qual o entendimento destas equipes em relação ao conceito de acolhimento e como se organizam para realizá-lo; que critérios estas equipes se utilizam para encaminhar os casos de saúde mental para outros equipamentos e quais as percepções dos usuários destes serviços em relação à resolutividade, acolhimento e vínculo em questões de saúde mental. O Instrumento de coleta de dados deste estudo será a técnica de grupos focais, sendo realizada com trabalhadores de diversas categorias profissionais e usuários de quatro Unidades Básicas de Saúde dos distritos Sul e Sudoeste da cidade de Campinas/SP O referencial interpretativo será da hermenêutica- crítica proposta por Ricoeur. Este projeto está fundamentado, de forma inicial, com alguns autores que abordam o tema da Saúde Mental na Atenção Básica, envolvendo questões sobre o acolhimento, o vinculo e a responsabilização. A proposta deste estudo passa pela busca do conhecimento mais aprofundado da interface entre a Saúde Mental e a Atenção Básica, privilegiando os atores que vivenciam este processo no seu dia-a-dia. Ressalta-se a importância de apontar subsídios para a organização dos serviços da Atenção Básica à Saúde em relação às demandas de saúde mental para formulação de novas Políticas Públicas no cenário brasileiro. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.