Busca avançada
Ano de início
Entree

Micromorfologia de sítios concheiros da América do Sul: arqueoestratigrafia e processos de formação de sambaquis (Santa Catarina, Brasil) e concheros (Tierra del Fuego, Argentina)

Processo: 08/51264-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2009
Vigência (Término): 31 de julho de 2012
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Arqueologia - Teoria e Método em Arqueologia
Pesquisador responsável:Paulo César Fonseca Giannini
Beneficiário:Ximena Suarez Villagran
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IGC). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):Geoarqueologia   Sambaquis

Resumo

A proposta do presente projeto de pesquisa de Doutorado é estudar os sambaquis do litoral sul do Estado de Santa Catarina e os concheros de Tierra del Fuego (Argentina). A meta é reconstruir os processos de formação (antrópicos e naturais) destes sítios de composição malacológica e ictiofaunística, através da aplicação da análise de arqueofacies, que consiste num método de estudo arqueoestratigráfico desenvolvido na interface entre arqueologia e geociências. Esta análise estipula e prioriza a importância que possuem os estudos micro morfológicos na completa caracterização de arqueofacies (fácies deposicionais antrópicas). A micro morfologia será a ferramenta de análise que permitirá compreender a interação entre processos antrópicos, vinculados com as atividades humanas nos sítios, e processos naturais, relacionados com a alteração tafonômica dos seus produtos, e sua atuação conjunta na configuração do registro arqueossedimentar. Concomitantemente, propõe-se elaborar uma abordagem teórico-metodológica para o estudo de sítios concheiros em geral a partir da micro morfologia, que permita realizar inferências sobre as atividades antrópicas responsáveis por sua formação. Nesta perspectiva, o estudo proposto envolve levantamento bibliográfico, análise de arqueofacies em perfis arqueoestratigráficos, amostragem de fácies na área de localização dos sítios (com fins comparativos) e análises sedimentológicas, geoquímicas, mineralógicas e micro morfológicas. Ao final, pretendem-se relacionar a evolução e a dinâmica da ocupação durante o Holoceno de ambas as áreas litorâneas estudadas, tendo em vista aprofundar os conhecimentos sobre as populações de caçadores-coletor-pescadores do continente sul-americano. (AU)