Busca avançada
Ano de início
Entree

Mecanismos envolvidos com a sobrevivência de Xylella Fastidiosa sob condições de estresse e efeitos de N-acetil-L-cisteína em seu biofilme

Processo: 08/51274-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2008
Vigência (Término): 30 de junho de 2010
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:Alessandra Alves de Souza
Beneficiário:Ligia Segatto Muranaka
Instituição-sede: Instituto Agronômico (IAC). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:04/14576-2 - Características biológicas de Xylella fastidiosa em biofilme: importância dos genes de adesão e adaptação na patogênese, AP.JP
Assunto(s):Xylella fastidiosa   Análise de sequência com séries de oligonucleotídeos   Reação em cadeia da polimerase via transcriptase reversa quantitativa (qRT-PCR)

Resumo

A proposta desse projeto é identificar, por microarranjos de DNA, genes possivelmente associados à adaptação das células de Xylella fastidiosa em biofilme em presença de concentrações de compostos antimicrobianos que foram letais para células no crescimento planctônico, mas que não inibiram o crescimento do biofilme (resultados provenientes do desenvolvimento do projeto Jovem pesquisador 04/14576-2). Assim, pretende-se estabelecer os mecanismos genéticos envolvidos na adaptação e na tolerância de X. fastidiosa contra fatores externos e, através disto, compreender as variações na resistência das células em biofilme. Uma outra abordagem que se pretende estudar neste projeto é a possível desestruturação do biofilme. Para bactérias patógenas de humanos, uma forma de controle, tem sido "descolar" o biofilme aderido na superfície do hospedeiro. Para isto é utilizado análogo de cisteina, N-acetyl-L-cysteina (NAC). Este se constitui numa molécula antioxidante que desfaz as pontes disulfeto das adesinas devido à competição pela utilização de cisteina e NAC. Diante do exposto, pretende-se avaliar o efeito do N-acetyl-L-cysteina na formação do biofilme de X. fastidiosa em condições de crescimento in vitro. O estudo do efeito deste composto poderá abrir uma real perspectiva para posteriores estudos in planta com possibilidades de controle para CVC. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MURANAKA, LIGIA S.; GIORGIANO, THAIS E.; TAKITA, MARCO A.; FORIM, MOACIR R.; SILVA, LUIS F. C.; COLETTA-FILHO, HELVECIO D.; MACHADO, MARCOS A.; DE SOUZA, ALESSANDRA A. N-Acetylcysteine in Agriculture, a Novel Use for an Old Molecule: Focus on Controlling the Plant-Pathogen Xylella fastidiosa. PLoS One, v. 8, n. 8 AUG 23 2013. Citações Web of Science: 24.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.