Busca avançada
Ano de início
Entree

Os processos de (trans)formações da comunicação e linguagem ao longo do primeiro ano de vida: um estudo de caso

Processo: 08/52159-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2008
Vigência (Término): 31 de agosto de 2010
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia do Desenvolvimento Humano
Pesquisador responsável:Katia de Souza Amorim
Beneficiário:Luciana Aparecida Rodrigues
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Corporeidade   Desenvolvimento humano   Comunicação   Linguagem

Resumo

Na psicologia, trabalhos com base em paradigmas que preservam a dicotomia biológico versus cultural têm impossibilitado compreender processos de desenvolvimento humano (particularmente, no primeiro ano de vida) que apreendam-no em sua complexidade e que garantam o modo articulado e entrelaçado daqueles elementos. Considerando-se a inseparabilidade desses termos, entende-se aqui a noção de desenvolvimento enquanto biologicamente cultural. Dessa forma, considera-se a necessidade de vinculação afetiva do ser humano, desde o nascimento, tornando a alteridade como essencial ao processo de desenvolvimento. Essas interações são entendidas como se dando por meio de processos dialógicos, desde o nascimento, nos quais a comunicação e a linguagem mostram-se centrais. Diante disso, traçou-se como meta geral investigar as formas de comunicação do bebê e suas (trans)formações, ao longo do primeiro ano de vida. Particularmente, pretende-se destacar os indícios que compõem essas formas de comunicação e seus processos de mudança. A Rede de Significações norteará a coleta e análise dos dados. A pesquisa estruturar-se-á através de estudo de caso, longitudinal, acompanhando-se um bebê recém-nascido, por todo primeiro ano de vida. O registro será semanal, feito por gravações em vídeo (VHS). A construção do corpus se fará através de transcrição microgenética das cenas. Dentre o material, episódios relevantes à discussão dos objetivos serão selecionados, a partir do paradigma indicial de Ginzburg. Com relação a estes, far-se-á uma análise microgenética das cenas, buscando apreender os processos de mudança das relações sociais do bebê, destacando-se os aspectos de comunicação presentes desde o nascimento, além do encadeamento e das (trans)formações das suas formas de comunicação. O projeto está vinculado ao Projeto FAPESP no. 06/02687-0, quem vem investigando processos de desenvolvimento no primeiro ano de vida, ao qual estão ainda vinculados três outros projetos (mestrado e IC). (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
RODRIGUES, Luciana Aparecida. O processo de (trans)formação da comunicação ao longo dos cinco primeiros meses de vida: um estudo de caso. 2011. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.