Busca avançada
Ano de início
Entree

Determinação de distâncias cinemáticas de estrelas pré-sequência principal em regiões de formação estelar

Processo: 08/50074-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de maio de 2008
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Astronomia - Astronomia de Posição e Mecânica Celeste
Pesquisador responsável:Ramachrisna Teixeira
Beneficiário:Phillip Andreas Brenner Galli
Instituição-sede: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Astrofísica estelar

Resumo

Somente com o conhecimento da distância podem-se determinar precisamente parâmetros tão fundamentais na caracterização física de uma estrela como a idade e a massa, por exemplo. Deste ponto de vista, justamente os objetos estelares jovens de baixa massa para os quais nós podemos melhor estudar a formação estelar e a formação de planetas são os mais prejudicados. Isso ocorre, pois as únicas medidas de distância produzidas relativamente em boa quantidade e qualidade são aquelas oriundas da missão Hipparcos que se referem às estrelas mais brilhantes. Além disso, as regiões de formação de estrelas são em geral suficientemente afastadas de nós para uma medida direta de distância a partir do solo enquanto que os métodos indiretos não se aplicam facilmente às estrelas pré-seqüência principal. O objetivo desse projeto de tese é de determinar distâncias individuais de estrelas pré-seqüência principal, pertencentes a associações estelares. Essas distâncias serão determinadas para membros de "moving groups" tendo como base seus movimentos utilizando para tal o ponto convergente. As estratégias desenvolvidas em de Bruijne 1999 e Bertout e Gênova 2006 que servirão de guia neste projeto serão aqui revistas e aplicadas aos movimentos próprios do "catálogo de movimentos próprios de estrelas pré-seqüência principal" (Ducourant et al. 2005) e às velocidades radiais disponíveis no CDS. Esse trabalho visa, portanto contribuir de maneira significativa na obtenção da distribuição de idades e de massas nas regiões consideradas. Observações complementares, sobretudo de velocidades radiais e eventualmente de movimentos próprios será parte desse trabalho. (AU)