Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da rosuvastatina ou da associação ezetimiba / sinvastatina nos percursores da síntese, marcadores da absorção do colesterol e na fitosterolemia

Processo: 08/52597-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2008
Vigência (Término): 31 de julho de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Francisco Antonio Helfenstein Fonseca
Beneficiário:Soraia Hani Kasmas
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Aterosclerose   Inibidores de hidroximetilglutaril-CoA redutases   Fitosteróis

Resumo

O aumento moderado na fitosterolemia está associado com aumento de risco de desfechos coronarianos principais. Alguns estudos também sugeriram um aumento na absorção intestinal de fitosteróis em pacientes sob terapia com estatinas. Objetivos: este projeto visa comparar os efeitos de um tratamento com rosuvastatina 40 mg ou a associação de sinvastatina 40 mg + ezetimiba 10 mg no grau de inibição da síntese endógena de colesterol e nos níveis séricos de fitosteróis. Métodos: serão incluídos 300 pacientes em prevenção primária ou secundária da doença coronariana, de acordo com as recomendações do NCEP/ATP III, tratados aleatoriamente com os medicamentos mencionados durante o período de 1 a 12 meses. Os níveis séricos de precursores da síntese de colesterol (desmosterol e latosterol) e de fitosteróis (sitosterol e campesterol) serão analisados e quantificados por cromatografia gasosa e espectrometria de massa, no período basal, 30, 45 e 90 dias e ao final do tratamento. O perfil lipídico e o recordatório alimentar serão obtidos nos mesmos períodos. Conclusões: o estudo irá comparar modificações na fitosterolemia, sua associação com a inibição da síntese de colesterol, em pacientes com níveis similares de LDL-C, na condição basal e ao longo do estudo. O estudo poderá revelar se uma menor redução (%) no LDL-C em relação à média esperada estaria associada com aumento na fitosterolemia, sugerindo que a associação com o inibidor de absorção intestinal seria mais adequada, neste caso, do que a titulação para doses mais elevadas da estatina. O aumento progressivo na fitosterolemia com o uso isolado da estatina poderá sugerir que a associação seria mais adequada ao tratamento de longo prazo. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
KASMAS, S. H.; IZAR, M. C.; FRANCA, C. N.; RAMOS, S. C.; MOREIRA, F. T.; HELFENSTEIN, T.; MORENO, R. A.; BORGES, N. C.; FIGUEIREDO-NETO, A. M.; FONSECA, F. A. Differences in synthesis and absorption of cholesterol of two effective lipid-lowering therapies. Brazilian Journal of Medical and Biological Research, v. 45, n. 11, p. 1095-1101, NOV 2012. Citações Web of Science: 9.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.