Busca avançada
Ano de início
Entree

Pesquisa de infecções por Flavivirus da Encefalite de Saint Louis, Rocio e Oeste do Nilo em cavalos, por inquérito sorológico e isolamento viral

Processo: 08/52685-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2009
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Pesquisador responsável:Luiz Tadeu Moraes Figueiredo
Beneficiário:Jaqueline Raymondi Silva
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Flavivirus   Testes sorológicos   Arbovirus

Resumo

O vírus da encefalite de Saint Louis (SLEV), o vírus Rocio (ROCV) e o vírus do Oeste do Nilo (WNV), objetos de estudo do presente projeto, são Flavivirus antigenicamente relacionados, formando um complexo com o vírus da encefalite japonesa, o JEC. Ao infectarem o homem, estes vírus causam doença febril aguda e, também, doenças do Sistema Nervoso Central (SNC), como meningoencefalite. Estes vírus infectam humanos e cavalos, sendo que os últimos são altamente suscetíveis, e ambos desenvolvem os sintomas clínicos das doenças. O estudo da presença dos vírus nos eqüinos é importante, uma vez que o cavalo pode ser hospedeiro dos agentes virais e transmiti-lo a novos hospedeiros suscetíveis. O levantamento soro-epidemiológico de cavalos fornece indicações relativas à presença do agente na região em estudo, e as tentativas de isolamento viral de cavalos apresentando sintomas neurológicos característicos permite a identificação dos vírus circulantes e a dispersão dos mesmos, bem como a caracterização genética dos agentes.O diagnóstico sorológico de animais assintomáticos, ou daqueles que apresentam acometimento do SNC, pode ser uma ferramenta útil de abordagem epidemiológica, e será realizado através de ELISA , no qual serão utilizados, como antígenos, peptídeos recombinantes do domínio III da proteína do envelope viral do SLEV, ROCV e WNV, e imunoglobulina caprina anti IgG de cavalo. Já o isolamento viral permite a caracterização dos agentes circulantes, e será realizado através do inoculação intracerebral em cérebros de camundongos recém nascidos, bem como em culturas de células C6/36, do mosquito Aedes albopictus. A confirmação do isolamento será realizada através de Multiplex-RT-PCR, utilizando primers específicos para Flavivirus, seguida de Nested-PCR, utilizando primers espécie-específicos para cada um dos vírus em questão. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SILVA, JAQUELINE RAYMONDI; ROMEIRO, MARILIA FARIGNOLI; DE SOUZA, WILLIAM MARCIEL; MUNHOZ, THIAGO DEMARCHI; BORGES, GUSTAVO PUIA; BRIOSCHI SOARES, OTAVIO AUGUSTO; COELHO DE CAMPOS, CARLOS HENRIQUE; MACHADO, ROSANGELA ZACARIAS; CRISTINY RODRIGUES SILVA, MARIA LUANA; MAIA FARIA, JOICE LARA; CHAVEZ, JULIANA HELENA; MORAES FIGUEIREDO, LUIZ TADEU. A Saint Louis encephalitis and Rocio virus serosurvey in Brazilian horses. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, v. 47, n. 4, p. 414-417, JUL-AUG 2014. Citações Web of Science: 11.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SILVA, Jaqueline Raymondi. Pesquisa de infecções por Flavivírus da encefalite de Saint Louis, Rocio e Oeste do Nilo em cavalos, por inquérito sorológico e isolamento viral. 2010. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.