Busca avançada
Ano de início
Entree

Agrobiodiversidade: uma etnografia de colecoes e de instituicoes

Processo: 08/50022-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2008
Vigência (Término): 30 de abril de 2012
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia - Antropologia Rural
Pesquisador responsável:Mauro William Barbosa de Almeida
Beneficiário:Laura Rodrigues Santonieri
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Agricultura   Biodiversidade   Coleção e conservação de espécies biológicas   Amazônia

Resumo

O contexto geral deste projeto é a aceleração dos processos de erosão genética e cultural, que colocam em risco a biodiversidade agrícola tradicional da Amazônia brasileira, tornando vulneráveis os sistemas de produção tradicionais e ameaçando a produção e transmissão de conhecimentos tradicionais associados. A presente pesquisa tem por objeto as instituições e políticas que operam sobre a diversidade agrícola, e que entre suas atividades coletam, organizam e utilizam exemplares dessa biodiversidade, constituindo sistemas de conservação ex situ da agrobiodiversidade. Pretendemos entender as visões de natureza e de sociedade que orientam essas instituições, e também entender a interface entre elas e as comunidades tradicionais que interagem com a diversidade agrícola. Para este fim, serão realizados estudos de caso sobre centros nacionais que detêm coleções de plantas representativas da diversidade agrícola, tais como unidades específicas da EMBRAPA, o Instituto Agronômico de Campinas ou outras a serem selecionadas no decorrer da pesquisa. Se por um lado as instituições oficiais de pesquisa coletam e conservam o patrimônio genético de plantas, raízes e sementes, modificando-os, por outro lado as populações tradicionais, que estão envolvidas em sistemas tradicionais responsáveis pela diversidade de plantas, sofrem o crescente impacto da agricultura periurbana e do mercado nacional de alimentos sobre seus sistemas de produção. Pretendemos com este projeto contribuir para apreender a dinâmica entre estes dois sistemas, em articulação com projeto Projeto "Populações Locais, Agrobiodiversidade e Conhecimentos Tradicionais na Amazônia"1. Para esse fim, pretendemos realizar um estudo etnográfico de instituições envolvidas com a agrobiodiversidade, usando métodos da Antropologia da Ciência, utilizando os conceitos de "atores-rede" (Latour 1998) e a idéia de "antropologia dos objetos" (Kopytoff 1988) para realizar a investigação. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SANTONIERI, Laura Rodrigues. Agrobiodiversidade e conservação ex situ : reflexões sobre conceitos e práticas a partir do caso da Embrapa/Brasil. 2015. Tese de Doutorado - Universidade Estadual de Campinas. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.