Busca avançada
Ano de início
Entree

Inovação em selante/adesivo/vedante de silicone copolimerizado "premium"

Processo: 06/51545-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE  
Vigência (Início): 01 de maio de 2006
Vigência (Término): 31 de março de 2009
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química - Tecnologia Química
Pesquisador responsável:Antonio José de Carvalho Amaral Martins
Beneficiário:Antonio José de Carvalho Amaral Martins
Empresa:A J Tecnologia e Indústria de Produtos Químicos e de Silicone Ltda. - EPP
Vinculado ao auxílio:05/59954-7 - Inovação em selante/adesivo/vedante de silicone copolimerizado Premium, AP.PIPE
Assunto(s):Silicone

Resumo

De imediato desenvolverei os potenciais fornecedores locais para termos os insumos mais adequados. Contatarei a Xiameter/Dow Corning, General Electric Silicone e Rhodia Silicones para os silicônicos. Quanto às sílicas, considerarei as empresas Cabot, Degussa e Grace. Considerarei o uso de sílicas pirogênicas de densidade e área superficial mais adequadas. O silano promotor de adesão deverá vir da OSi, enquanto que embalagens específicas serão conseguidas com a Polyblow, que já contatei. Adaptarei equipamentos para que seja lograda produção mais adequada e com as menores perdas possíveis. A configuração do misturador, seu poder de agitação e seu funcionamento sob vácuo é um requerimento que proporcionarei ao fabricante potencial, a Tekinox, de Campinas. Capela walk in procurarei adquirir na empresa Vidy, conhecida no mercado químico por sua competência, haja vista que seu poder de operação sem contaminação do ambiente é primordial. O ponto mais importante deste projeto de pesquisa se refere ao uso do silicone, ou seja, do polidimetilsiloxano em conjunto com poliglicóis ou poliuretano através de polimerização ou pela mistura destes polímeros. A assessoria de conhecidos especialistas da área, enumerados no projeto, em conjunto com o conhecimento que adquiri em 18 anos de trabalho nas principais empresas de silicone e minha dedicação de 40 horas semanais nesta pesquisa nos levará a lograr êxito na inovação buscada, qual seja, o uso do polidimetilsiloxano, o silicone, em conjunto com poliglicóis ou poliuretano, através de copolimerização ou mistura no prazo previsto. Avaliarei por meio de laboratórios de primeira linha, como os da Unicamp e do IPT, o produto adesivo/vedante/selante resultante após sua formulação com as demais matérias primas de modo a que este tenha qualificação superior, sendo considerado premium. Acompanharei efetivamente todo este desenvolvimento, desde a recepção dos insumos recebidos como amostras ou comprados até sua finalização, onde comprovarei a viabilidade técnica de se formular produtos adesivos a partir de copolímero de silicone com poliglicóis ou poliuretano ou a mistura dos mesmos. (AU)