Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo funcional de genes de Citrus reticulata associados a resistência a clorose variegada dos citros através da superexpressão em Citrus sinensis e Arabdopsis thaliana

Processo: 09/50253-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2009
Vigência (Término): 30 de abril de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Vegetal
Pesquisador responsável:Alessandra Alves de Souza
Beneficiário:Raquel Caserta Salviatto
Instituição-sede: Instituto Agronômico (IAC). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Xylella fastidiosa   Transformação   Transdução de sinais

Resumo

A citricultura brasileira responde por um faturamento anual da ordem de 1,5 bilhões de dólares. Entretanto, a presença de pragas e doenças impedem um aumento dessa produtividade, como é o caso da clorose variegada dos citros, causada pela bactéria Xyiella fastidiosa (Xf). Essa doença provoca uma redução no tamanho dos frutos, diminuindo a quantidade de suco para exportação. Todas as variedades de laranja doce (Citrus sinenesis) são afetadas pela doença, entretanto o grupo das tangerinas (C. reticulata) e seus híbridos é resistente. Foi demonstrado recentemente pelo nosso grupo, que bases genéticas estão envolvidas nesta resistência, uma vez que, vários genes relacionados à defesa foram induzidos em tangerina, quando a planta foi infectada por Xf. Isso denota a necessidade de programas de melhoramento apoiados em ferramentas de biotecnologia, utilizando alguns genes candidatos a resistência de tangerinas para transformação de organismos não resistentes, como C. sinensis. Isso também pode ser testado utilizando genes do próprio patógeno, uma estratégia denominada resistência derivada do patógeno (RDP). Dessa maneira, o estudo da superexpressão de genes candidatos a resistência de C. reticulata em C. sinensis pode representar uma estratégia de controle da CVC. A resistência de C. sinensis também será analisada através da estratégia de RDP, utilizando a superexpressão de um gene regulador de fatores de patogenicidade de Xf. O papel biológico destes genes no processo de resistência a Xf também será avaliado no modelo Arabidopsis thaliana, o que representa o primeiro estudo de genes de C. reticulata superexpressos em Arabidopsis. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.