Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudos cromossômicos e moleculares em espécies de lagartos microteídeos, com ênfase na tribo ecpleopini (Gymnophthalmidae, Squamata)

Processo: 08/51755-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2008
Vigência (Término): 31 de julho de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Yatiyo Yonenaga-Yassuda
Beneficiário:Marcia Maria Laguna
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Citogenética   Filogenia molecular

Resumo

A família Gymnophthalmidae possui cerca de 180 espécies distribuídas em 42 gêneros atualmente reconhecidos, e com pelo menos dois novos gêneros em fase de descrição. É um grupo que se distribuí exclusivamente na região Neotropical e exibe uma série de adaptações aos hábitos aquático, arborícola e fossorial, algumas surgindo independente diversas vezes dentro da família. Análises cariotípicas foram realizadas para cerca de 40 espécies, sendo grande parte das descrições realizadas pelo grupo da Dra. Yatiyo Yonenaga-Yassuda, mostram uma enorme diversificação cromossômica. O número diplóide varia de 2n=32 em Bachia dorbignyi a 2n=62-64 (1-2 B) em Nothobachia ablephara, os cromossomos podem apresentar-se separados em macro- e microcromossomos ou em redução gradual de tamanho, há a presença de cromossomos sexuais, cromossomos supernumerários e mecanismo de partenogênese nas espécies Leposoma percarinatum e Gymnophthalmus underwoodi. Apesar de confirmado o monofiletismo dos gimnoftalmídeos, algumas relações entre seus táxons ainda são incertas. O baixo suporte de alguns dados e a incongruência das hipóteses filogenéticas dos trabalhos recentes de sistemática da família, aliada a continua descrição de novos táxons nessa família, indica a necessidade da ampliação dos estudos morfológicos, citogenéticos e moleculares voltados para a compreensão da história filogenética e evolutiva do grupo. Nesse contexto, este projeto visa dar continuidade à descrição cariotípica das espécies de Gymnophthalmidae, com ênfase nas espécies da tribo Ecpleopini, bem como contribuir para uma melhor resolução das relações dos gêneros desta tribo, acrescentando dados para duas novas regiões gênicas dos genomas mitocondrial e nuclear. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
Estudos cromossômicos e moleculares em espécies de lagartos microteídeos, com ênfase na tribo Ecpleopodini (Gymnophthalmidae, Squamata). 2011. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Biociências São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.