Busca avançada
Ano de início
Entree

Propriedades moleculares do receptor purinérgico P2X4: uma análise estrutural

Processo: 09/50384-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2009
Vigência (Término): 31 de maio de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Alexander Henning Ulrich
Beneficiário:Arquimedes Cheffer
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:06/61285-9 - Bases moleculares da diferenciação de células-tronco e progenitoras neurais, AP.TEM
Assunto(s):Receptores purinérgicos   Dessensibilização

Resumo

O receptor P2X4 (canal iônico controlado por adenosina-5'-trifosfato-ATP) está amplamente distribuído no sistema nervoso central, ocorrendo tanto na medula quanto no cérebro, incluindo giro dentado, regiões CA1/CA3 do hipocampo e células de Purkinje do cerebelo; está particularmente localizado em sinapses glutamatérgicas. Após ativação, o receptor P2X4 pode regular os níveis de cálcio intracelulares via permeação direta e por ativação de canais de cálcio voltagem-dependentes. Tem sido proposto, portanto, que a atividade do receptor pode ser importante na plasticidade sináptica. Em nosso laboratório, dispomos de uma linhagem de células de astrocitoma humano (células 1321N1) transfectadas com o receptor P2X4 recombinante de rato, que ainda não foi caracterizada. Ademais, dados preliminares obtidos em nosso laboratório indicaram que, em tal linhagem, o receptor P2X4 apresenta uma cinética de dessensibilização rápida, o que não está de acordo com dados publicados. Tendo em vista a importância do receptor P2X4, sobretudo na fisiologia do sistema nervoso central, é útil caracterizá-lo farmacologicamente e entender os mecanismos moleculares que contribuem para a dessensibilização do receptor, um processo que pode afetar profundamente sua sensibilidade a drogas. (AU)