Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da neuroproteção desenvolvida pelo estrógeno em linhagem de células C6 de glioma de rato

Processo: 08/56167-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de maio de 2009
Vigência (Término): 31 de agosto de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Bioquímica e Molecular
Pesquisador responsável:Cristoforo Scavone
Beneficiário:Lucas Augusto Moyses Franco
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Glioma   Estrógenos   Isquemia   Fármacos neuroprotetores

Resumo

Nas últimas duas décadas, tem se tomado claro que o estrógeno, além de seu papel fundamental na diferenciação sexual e reprodução, é um neurohormônio que exerce uma função protetora no sistema nervoso central. Esta ação está relacionada com o aumento das funções cognitivas e diminuição do risco e/ou amenização dos sintomas de doenças neurodegenerativas como a doença de Alzheimer, doença de Parkinson e derrame cerebral . Sendo as células C6 modelos da glia, e estas precursoras dos sinais iniciais da inflamação no SNC, é de extrema importância o conhecimento da via em que age o estrógeno na neuroproteção em casos modelos de isquemia e estresse oxidativo em células, para que em estudos futuros seja possível transpor tais estudos em animais e desta maneira determinar uma forma segura de prevenir a instauração dos sinais iniciais de doenças neurodegenerativas como Alzheimer, Parkinson e Esclerose Amiotrófica Lateral. Neste sentido, o objetivo deste projeto é determinar a participação dos receptores de estrógeno na proteção desencadeada por esse hormônio em linhagem de células C6 de gliomad e rato. Para tanto, utilizaremos peróxido de hidrogênio e privação de glicose como dois modelos que induzem efeitos tóxicos associados a produção de espécies reativas de oxigênio e ou ativação de vias associadas a morte celular. Na vigência destes estímulos vamos observar as alterações no fator de trasncrição CREB, na expressão das proteínas CREB fosforilada e AKT, e nos níveis do RNA mensageiro de Bcl-2, BDNF, e GAPDH. Para avaliar a influência dos receptores do estrógeno nestas alterações destes parâmetros induzidos pelos dois estímulos diferentes, realizaremos pré-tratamento das células com os seguintes compostos: agonitas G-1 (agonista do receptor GPR30), PPT (agonista seletivo para ER-alfa) e DPN (agonista seletivo para ER-beta) e os antagonistas para ER-alfa (Tamoxifeno) e ER-beta (ICI 182,780). (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
FRANCO, Lucas Augusto Moyses. Efeito da proteção desencadeada pelo estrógeno na linhagem C6 de glioma de rato. 2011. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.