Busca avançada
Ano de início
Entree

Perfil estrutural e molecular do lobo ventral de ratos senis (Sprague-Dawley) com e sem reposição de hormônios esteróides

Processo: 08/56493-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2009
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Anatomia
Pesquisador responsável:Valéria Helena Alves Cagnon Quitete
Beneficiário:Fabio Montico
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Assunto(s):Envelhecimento   Ultraestrutura   Hormônios esteroides gonadais   Fatores de crescimento   Próstata   Distroglicanas

Resumo

A morfologia e a fisiologia da glândula prostática são reguladas por interações parácrinas entre o epitélio e o estroma, envolvendo hormônios esteróides, fatores de crescimento, moléculas de adesão e proteínas da matriz extracelular. A senescênda está associada a modificações no ambiente hormonal da próstata, gerando alterações morfofuncionais que podem favorecer a patogênese glandular. A reposição de hormônios esteróides tem sido colocada como alternativa para minimizar os efeitos prejudiciais do desequilíbrio hormonal na senescênda. Assim, o objetivo deste estudo será caracterizar o perfil estrutural e molecular do lobo ventral da próstata de ratos senis, bem como frente à reposição de hormônios esteróides. Um total de 54 ratos machos (Sprague-Dawley) com 10 meses de idade será dividido em seis grupos: Grupo Controle, receberá injeções subcutâneas de 5 mL/Kg de óleo de amendoim em dias alternados por 30 dias; Grupo Testosterona: receberá injeções subcutâneas de 5 mg/Kg de cipionato de testosterona em dias alternados por 30 dias; Grupo Estrógeno: receberá injeções subcutâneas de 25 μg/Kg de 17β-estradiol em dias alternados por 30 dias; Grupo Castrado: animais serão anestesiados com posterior castração cirúrgica; Grupo Castrado-Testosterona: após 30 dias de castração, os animais receberão cipionato de testosterona analogamente ao Grupo Testosterona; Grupo Castrado-Estrógeno: após 30 dias de castração, os animais receberão 17β-estradiol igualmente ao Grupo Estrógeno. Após o tratamento, os animais serão sacrificados e amostras do lobo ventral serão coletadas para análises de microscopias de luz e eletrônica de transmissão, morfométricas, munohistoquímicas (IGF-1R, VEGF, endostatina, MMP-9 e distroglicanas a e (3), Western Blotting e dosagens hormonais séricas. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.