Busca avançada
Ano de início
Entree

Osmorregulação e a invasão da água doce pelos Ocypodidae (Decapoda, Brachyura)

Processo: 08/56305-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2009
Vigência (Término): 31 de julho de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia Comparada
Pesquisador responsável:John Campbell McNamara
Beneficiário:Samuel Coelho de Faria
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Osmorregulação

Resumo

A ampla distribuição biogeográfica dos crustáceos reflete seus mais variados mecanismos de osmorregulação em ambientes caracterizados por distintas características osmoiônicas. Enquanto crustáceos dulcícolas mantêm uma elevada osmolalidade da hemolinfa hiperregulando-a e compensando a perda de sais e o ganho osmótico de água (regulação anisosmótica extracelular), crustáceos marinhos se conformam ao meio, freqüentemente regulando o volume do fluido intracelular por meio de osmólitos orgânicos (regulação isosmótica intracelular). A capacidade hiperosmorregulatória, entre outros, subsidiou a conquista do ambiente dulcícola por diferentes táxons independentemente, o que salienta a necessidade de se compreender os mecanismos osmorregulatórios subjacentes a essa invasão. Pela habilidade de viverem em ambientes mais diluídos, os anomuros intertidais Clibanarius vittatus, Petrolisthes armatus e Emérita brasiliensis terão suas capacidades osmorregulatórias anisosmótica extra- e isosmótica intracelular avaliadas nesse estudo. Postular-se-á assim um provável padrão osmorregulatório que acarretou na invasão e ocupação do ambiente límnético pela população ancestral dos extantes anomuros dulcícolas (Aeglidae). Para isso serão analisadas as osmolalidades e as concentrações de Na+ e Cl- da hemolinfa das três espécies para caracterizar as capacidades osmorregulatórias, bem como identificar e quantificar os aminoácidos livres presentes no tecido muscular para avaliar a contribuição à regulação da osmolalidade intracelular. Os dados gerados contribuirão a uma melhor compreensão dos processos osmorregulatórios que subsidiaram a invasão da água doce pelos crustáceos. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FARIA, SAMUEL COELHO; PROVETE, DIOGO BORGES; THURMAN, CARL LEO; MCNAMARA, JOHN CAMPBELL. Phylogenetic patterns and the adaptive evolution of osmoregulation in fiddler crabs (Brachyura, Uca). PLoS One, v. 12, n. 2 FEB 9 2017. Citações Web of Science: 6.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.