Busca avançada
Ano de início
Entree

Presença de microrganismos potencialmente superinfectantes na cavidade bucal de pacientes com anemia falciforme em uso de hidroxiuréia

Processo: 08/56484-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2009
Vigência (Término): 31 de julho de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Cristiane Yumi Koga Ito
Beneficiário:Ana Carolina Rodrigues Danzi Salvia
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOSJC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Candida   Enterobacteriaceae   Anemia falciforme   Anti-infecciosos   Pseudomonas

Resumo

Considerando-se que portadores de anemia falciforme apresentam relatado aumento da suscetibilidade às infecções secundárias e que segundo salientado por Dáhlen et al. (1993), reservatórios bucais de microrganismos podem causar patologias e comprometer a vida de pacientes debilitados ou imunocomprometidos, podendo causar infecções sistêmicas, a avaliação da microbiota bucal potencialmente patogênica ganha relevância. O objetivo deste estudo será avaliar a presença, assim como a suscetibilidade aos antimicrobianos, de leveduras do gênero Cândida, estafilococos, enterobacterias e Pseudômonas spp. na cavidade bucal de pacientes com anemia falciforme (com ou sem tratamento com hidroxiuréia) comparando os resultados com indivíduos controle. Desta forma, serão selecionados 30-40 pacientes por grupo, com idades entre 18 a 45 anos portadores de anemia falciforme, confirmados por exames clínicos e laboratoriais, sob tratamento com HU por no mínimo 60 dias e não submetidos ao uso de HU (n=30-40). Participarão do grupo controle indivíduos sistemicamente saudáveis com perfil semelhante (quanto à idade, sexo e condições bucais) ao dos grupos em estudo. Serão excluídos pacientes diabéticos, portadores de próteses bucais, aparelhos ortodônticos, outras patologias sistêmicas e que estejam sob terapia com medicamentos que podem interferir com as condições bucais. Serão realizados exame clínico, anamnese e coleta de enxágüe bucal de cada paciente. Este será semeado em meios de cultura específicos para cada microrganismo e, após incubação, serão obtidos valores de UFC/mL. A partir das amostras obtidas, serão realizadas provas de identificação a fim de caracterizar as espécies dos gêneros em estudo. Os dados de contagem de UFC serão comparados estatisticamente entre os grupos. A prevalência das espécies de microrganismos isolados será comparada entre os grupos anemia falciforme com HU, sem HU e controle. Testes de suscetibilidade a antifúngicos das cepas de leveduras e a antibióticos das cepas bacterianas obtidas serão realizados e os resultados comparados entre os grupos em estudo. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RODRIGUES DANZI SALVIA, ANA CAROLINA; FIGUEIREDO, MARIA STELLA; PELLEGRINI BRAGA, JOSEFINA APARECIDA; ALVES PEREIRA, DANIEL FREITAS; BRIGHENTI, FERNANDA LOURENCAO; KOGA-ITO, C. Y. Hydroxyurea therapy in sickle cell anemia patients aids to maintain oral fungal colonization balance. JOURNAL OF ORAL PATHOLOGY & MEDICINE, v. 42, n. 7, p. 570-575, AUG 2013. Citações Web of Science: 1.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SALVIA, Ana Carolina Rodrigues Danzi. Presença de microrganismos potencialmente superinfactantes na cavidade bucal de pacientes com anemia falciforme em uso de hidroxiuréia. 2010. 139 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Odontologia (Campus de São José dos Campos). São Jose dos campos.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.