Busca avançada
Ano de início
Entree

Força de interações interespecíficas e agregação espacial em moscas varejeiras

Processo: 08/56537-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2009
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Pesquisador responsável:Wesley Augusto Conde Godoy
Beneficiário:Paula Corrêa Dias
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Dinâmica de populações   Sarcofagídeos   Moscas   Predação intraguilda

Resumo

A entomologia forense vale-se da utilização de informações biológicas e ecológicas de insetos, principalmente de moscas-varejeiras que chegam à cena do crime rapidamente. Das informações ecológicas, destacam-se aquelas relacionadas aos mecanismos de interação interespecífica, tais como predação e competição. Estes mecanismos são capazes de determinar padrões de flutuação populacional e abundância de espécies importantes para investigações criminais. Dentre os fatores ecológicos importantes, a densidade larval, a agregação espacial e a força das interações também devem ser considerados por interferirem no tempo de desenvolvimento, tamanho, peso das espécies relacionadas, além da própria ocorrência e abundância de espécies. Em moscas-varejeiras a disputa por espaço e recursos alimentares induz os imaturos a interagirem entre si, desencadeando processos interativos intra ou interespecíficos, com implicações para a fase adulta das espécies, no que diz respeito à bionomia, e à dinâmica populacional. O presente estudo tem como objetivo investigar se a diversidade de espécies de presas influencia a força de interações entre predador e presas intraguilda, considerando diferenças na agregação espacial, expressas por diferentes níveis de agregação em função do espaço disponível. Para a realização do estudo larvas de terceiro instar de diferentes espécies serão confinadas em placas de Petri em diferentes combinações, densidades e disponibilidade de espaço. Após contínua observação do comportamento das larvas confinadas, o número de larvas predadas e não predadas de cada espécie será comparado pela estatística de qui-quadrado e testes de distribuição de freqüência, com a finalidade de investigar a dinâmica de predação e agregação espacial. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
DIAS, Paula Corrêa. Força de interações interespecíficas e agregação larval em moscas-varejeiras. 2011. 56 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Biociências (Campus de Botucatu). Botucatu.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.